Meias-finais - 21-06-1988 - 20:15CET (20:15 Hora local) - Volksparkstadion - Hamburgo
1-2
 

República Federal da Alemanha - Holanda 1-2 - 21-06-1988 - Página do jogo - UEFA EURO 1988

O "site" oficial do futebol europeu

Holanda desforra-se da Alemanha

Publicado: Domingo, 5 de Outubro de 2003, 14.13CET
República Federal da Alemanha 1-2 Holanda
A selecção "laranja" garantiu um lugar na final ao recuperar frente aos anfitriões e graças a um golo de Marco van Basten a dois minutos do fim.
Holanda desforra-se da Alemanha
Marco van Basten em acção frente à RFA ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

República Federal da AlemanhaHolanda

Golos marcados1
 
2
Cartões amarelos0
1
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Publicado: Domingo, 5 de Outubro de 2003, 14.13CET

Holanda desforra-se da Alemanha

República Federal da Alemanha 1-2 Holanda
A selecção "laranja" garantiu um lugar na final ao recuperar frente aos anfitriões e graças a um golo de Marco van Basten a dois minutos do fim.

Num final emotivo da meia-final, a Holanda recuperou depois de estar a perder, por culpa de um penalty de Lothar Matthäus na segunda parte, e deu a volta com golos de Ronald Koeman, também de penalty, e do irrepreensível Marco van Basten, a dois minutos do fim. Este resultado surpreendeu a anfitriã República Federal da Alemanha e colocou a selecção "laranja" na final do Campeonato da Europa pela primeira vez.

Quem tentasse fingir que este jogo não era uma repetição da final do Campeonato do Mundo de 1974 – também realizada em solo alemão – não tinha a concordância holandesa. Hans van Breukelen, por exemplo, tinha 17 anos quando assistiu a essa partida, como adepto: "Foi uma das minhas motivações para não perder novamente. Penso que toda a equipa tinha esse sentimento. Desta feita tínhamos que vencer."

A RFA tentou subjugar a equipa de Rinus Michaels colocando Ulrich Borowka a marcar Ruud Gullit, mas o capitão da selecção "laranja" realizou um dos seus melhores jogos, tal como Van Basten, moralizado pelo "hat-trick" frente à Inglaterra. Mesmo assim, as oportunidades de golo na primeira parte escassearam, apesar de não terem faltado quedas dentro e fora da grande área.

Aos dez minutos da etapa complementar, uma delas foi assinalada, quando Jürgen Klinsmann foi agarrado por Frank Rijkaard. Matthäus bateu Van Breukelen e colocou a equipa de Franz Beckenbauer em vantagem contra a corrente de jogo. Mas depois de disparar duas vezes de longe, por cima da barra, Ronald Koeman teve a oportunidade para empatar quando Jürgen Kohler fez falta sobre Van Basten. O líbero do PSV Eindhoven não desperdiçou a ocasião.

Com o jogo a encaminhar-se para prolongamento, a Holanda, que tinha dominado a segunda parte, avançou no terreno para uma última investida. O impressionante Jan Wouters encontrou espaço e desmarcou Van Basten, que passou por Kohler e rematou rasteiro junto ao poste mais distante, desfeiteando Eike Immel.

A Holanda tinha finalmente batido a Alemanha Ocidental – pela primeira vez em 32 anos – e agendado um reencontro com a União Soviética em Munique, quatro dias depois. Foi um dia tão especial que se publicou um livro de poesia em sua homenagem.

Última actualização: 22-05-12 19.38CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=1988/matches/round=209/match=20/postmatch/report/index.html#holanda+desforra+alemanha