O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Vencedores da Champions League e do EURO

Jorginho tornou-se no décimo jogador a ganhar a Taça dos Campeões e o EURO no mesmo ano, após o triunfo da Itália se ter seguido ao do Chelsea.

Jorginho festeja com a Taça Henri Delaunay
Jorginho festeja com a Taça Henri Delaunay Getty Images

O triunfo da Itália no UEFA EURO 2020 proporcionou ao médio Jorginho a possibilidade de entrar num clube de elite de jogadores que conquistaram a Taça dos Campeões e o Campeonato da Europa no mesmo ano, isto após a vitória do Chelsea na UEFA Champions League em Maio.

Para figurar nesta lista os jogadores devem ter marcado presença nas duas finais vitoriosas. De facto, ninguém ganhou o EURO e a UEFA Europa League/Taça UEFA no mesmo Verão desde 1996, quando Markus Babbel, Thomas Helmer, Thomas Strunz, Christian Ziege, Mehmet Scholl e Jürgen Klinsmann, do Bayern, venceram o EURO com a Alemanha.

Descarregue a app do EURO 2020


Outros concorrentes em 2021

Resumo: Man. City 0-1 Chelsea
Resumo: Man. City 0-1 Chelsea

O Chelsea derrotou o Manchester City por 1-0 no Porto e conquistou a UEFA Champions League pela segunda vez, tendo-o feito com uma equipa repleta de talentos internacionais. Nada mais, nada menos do que 11 jogadores dos Blues que triunfaram no Estádio do Dragão iniciaram a participação no EURO 2020 na expectativa de vencer também o Campeonato da Europa e quatro estiveram na final: Jorginho por Itália, Ben Chilwell, Reece James e Mason Mount por Inglaterra.

Entretanto, quatro jogadores foram derrotados na final da Taça dos Campeões e venceram depois o EURO no mesmo ano: Ignacio Zoco e Amancio Amaro (1964, Real Madrid e Espanha) e Manfred Kaltz e Horst Hrubesch (1980, Hamburgo e República Federal da Alemanha). O quarteto inglês do Manchester City composto por Kyle Walker, John Stones, Phil Foden e Raheem Sterling podem alcançar esse feito no UEFA EURO 2020.

Em 2008, o alemão Michael Ballack, então no Chelsea, tornou-se no primeiro jogador a marcar presença em derrotas na Taça dos Campeões e na final do EURO no mesmo ano; Antoine Griezmann também sofreu a dupla decepção em 2016, com Atlético de Madrid e França

Vencedores da Taça dos Campeões e do EURO

Final do EURO 2016: Portugal 1-0 França
Final do EURO 2016: Portugal 1-0 França

1964: Luis Suárez (Inter e Espanha)
1988: Hans van Breukelen, Ronald Koeman, Berry van Aerle, Gerald Vanenburg (PSV Eindhoven e Países Baixos)
2012: Fernando Torres, Juan Mata (Chelsea e Espanha)
2016: Cristiano Ronaldo, Pepe (Real Madrid e Portugal)
2020: Jorginho (Chelsea e Itália)

Wim Kieft não está na lista, apesar de ter conquistado a Taça dos Campeões em 1988 com o PSV, já que não saiu do banco da selecção dos Países Baixos na final do Campeonato da Europa de 1988.

Nicolas Anelka, do Real Madrid, teve o mesmo destino com a França em 2000, enquanto o companheiro de equipa Christian Karembeu não foi utilizado nas finais da UEFA Champions League de 2000 e do UEFA EURO 2000, embora tivesse participado nas conquistas da UEFA Champions League e do Campeonato do Mundo em 1998.

Vencedores da Taça dos Campeões e do Campeonato do Mundo

Raphäel Varane juntou-se a este clube restrito em 2018
Raphäel Varane juntou-se a este clube restrito em 2018©Getty Images

1974: Sepp Maier, Paul Breitner, Hans-Georg Schwarzenbeck, Franz Beckenbauer, Gerd Müller, Uli Hoeness (Bayern e República Federal da Alemanha)
1998
: Christian Karembeu (Real Madrid e França)
2002
: Roberto Carlos (Real Madrid e Brasil)
2018: Raphaël Varane (Real Madrid e França)

Na fase final do Campeonato do Mundo de 2018, Raphaël Varane viveu um Verão em cheio após ter erguido o troféu mais importante do futebol europeu de clubes pelo Real Madrid algumas semanas antes.

Sami Khedira quase se juntou a este clube restrito em 2014, mas uma lesão no aquecimento impediu-o de jogar pela Alemanha na vitória da final do Campeonato do Mundo diante da Argentina. Khedira tinha vencido a UEFA Champions League pelo Real Madrid menos de dois meses antes.