O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

O poder da flor na abertura do EURO

O UEFA EURO 2012 ganhou vida numa magnífica cerimónia de abertura, com Ádám György e o DJ Karmatronic entre as atracções no Estádio Nacional de Varsóvia.

O poder da flor na abertura do EURO
O poder da flor na abertura do EURO ©uefa.com 1998-2012. All rights reserved.

Antes do primeiro jogo, o UEFA EURO 2012 ganhou vida, com uma espectacular cerimónia de abertura em que a unidade, a rivalidade e a paixão foram destacadas, tal como os elegantes motivos florais do torneio.

Vinte minutos antes do pontapé de saída entre Polónia e Grécia, a cerimónia sublinhou as virtudes do futebol de selecções: a capacidade de inspirar os mais jovens, de juntar pessoas de todos os países e, da melhor forma possível, de fazer funcionar a imaginação. Michel Platini, Presidente da UEFA, pediu aos jogadores para nos "fazer sonhar" e o espectáculo em Varsóvia pareceu vindo do mundo da fantasia.

Tudo começou com a música de seis sinos gigantes colocados na cobertura do estádio, seguindo-se uma série de dançarinos a irromper no relvado com as cores nacionais, antes de duas crianças, perfeitas no papel das mascotes do torneio, Slavek e Slavko, subirem ao palco. A sua chegada levou a outra transformação: os dançarinos rebolaram pela relva com a bola colocada no círculo central a partir-se em duas e a abrir caminho à entrada em cena do pianista húngaro Ádám György, que presenteou o estádio com a obra Estúdio de Chopin em A menor (Op.25 Nr.11).

Com uma maré de notas musicais transportadas para o relvado, o cenário saltou do século XIX para o XXI graças à actuação do DJ Karmatronic, que utilizou o grande de György para fazer outro tipo de música. As oito metades de bolas de futebol que tinham sido levadas para o relvado abriram-se para revelar réplicas dos oito estádios do UEFA EURO 2012, e o artista mostrou que também sabe dançar freestyle.

Os adeptos levantaram milhares de cartolinas nas bancadas, produzindo enormes bandeiras dos países participantes, virando-as depois para mostrar a palavra Respeito, o princípio-chave da UEFA, atrás das balizas. O símbolo wycianka, que define a imagem do UEFA EURO 2012 no relvado, com ramos verdes a juntar os estádios, foi ganhando forma, com uma réplica insuflável a crescer a partir do piano de György.

Com uma equipa multinacional de 1000 dançarinos, comandados pelo director criativo e produtor executivo Marco Balish, na cerimónia utilizaram-se 1200 peças de roupa, após 250 horas de ensaios, tendo sido bebidos 2400 litros de água e servidos 22000 snacks. Um rabalho fenomenal em todos os aspectos.