O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Rússia tropeça frente à Rep. Moldávia

Rússia 1-1 República da Moldávia
Alexandru Epureanu coroou o seu bom jogo com um golo logo após Artem Dzyuba ter inaugurado o marcador.

Russia 1-1 Moldova

A República da Moldávia soma o primeiro ponto no Grupo G, à terceira tentativa
• A Rússia está a dois pontos da Áustria, depois do segundo empate a um nos últimos quatro dias
O defesa Alexandru Epureanu marca o oitavo golo pela selecção
• Próximos jogos: Áustria - Rússia, Rep. Moldávia - Liechtenstein (15 de Novembro)

Alexandru Epureanu marcou logo a seguir a Artem Dzyuba ter inaugurado o marcador, de grande penalidade, numa partida em que os moldavos somaram o primeiro ponto na fase de apuramento para o UEFA EURO 2016.

O jogo parecia resolvido quando Artem Dzyuba materializou o domínio da Rússia, a 17 minutos do final. Mas os visitantes responderam de imediato, partiram para o ataque e ganharam um canto. Alexandru Epureanu, que estivera em grande nível durante toda a partida, fez o resto, ao escapar à marcação de Sergei Ignashevich para marcar de cabeça.

Os encontros anteriores entre clubes russos e molvados pautaram-se pelo equilíbrio e isso voltou a acontecer em Moscovo, nos moldes esperados. A Moldávia apostou na segurança defensiva, forçando o adversário a avançar pelo meio e a efectuar cruzamentos longos para a sua área. Os anfitriões tentaram tudo, mas pouco conseguiram, evidenciando alguma falta de criatividade.

Alan Dzagoev conseguiu com alguma sorte isolar-se, mas sem sucesso posterior, com Epureanu a dar o corpo à bola em duas situações para negar o golo a Aleksandr Kerzhakov e Dzyuba. A Moldávia estava imperturbável, fiel ao seu plano de jogo e tentando surpreender no contra-ataque. Quase surpreendeu antes do intervalo, quando Ion Jardan escapou pela direita e fez um cruzamento perigoso, ao qual ninguém conseguiu chegar.

Nada de novo depois do intervalo, apesar de se terem registado mais ocasiões, mas a Rússia não as aproveitou. Denis Glushakov, Dzagoev e Dzyuba estiveram todos perto de facturar, até que Victor Golovatenco derrubou Aleksei Ionov na área, lance que Dzyuba aproveitou para marcar aquele que pensava ser o golo da vitória, mas que serviu para estabelecer um final emocionante.