Míssil de Hulk ajuda Zenit perfeito

Zenit 3-1 Lyon Hulk marcou um fantástico golo de longa distância e ajudou o campeão russo a manter o seu melhor arranque de sempre na UEFA Champions League.

Hulk festeja o seu golo com Axel Witsel
Hulk festeja o seu golo com Axel Witsel ©AFP/Getty Images
  • Zenit continua o seu melhor começo de sempre na fase de grupos com terceiro triunfo em três jogos
  • Ponta-de-lança da Rússia, Artem Dzyuba, marca pelo quinto jogo consecutivo pelo Zenit
  • Excelentes golos na segunda parte de Alexandre Lacazette e Hulk
  • Lyon mantém-se com um ponto, a cinco do segundo classificado, Valência
  • As duas equipas reencontram-se a 4 de Novembro no Stade de Gerland

Hulk apontou um excelente golo de longa distância, que permitiu ao Zenit somar o terceiro triunfo em três encontros da fase de grupos da UEFA Champions League, resultado que deixou o Lyon à beira da eliminação.

Os campeões russos dominaram os acontecimentos durante boa parte da noite e adiantaram-se no marcador logo aos três minutos, através de uma finalização tranquila de Artem Dzyuba. Logo no reatamento, Alexandre Lacazette teve um momento de brilhantismo que valeu a igualdade ao Lyon, mas esse empate durou pouco tempo, uma vez que Hulk não demorou a marcar.

O técnico do Lyon, Hubert Fournier, dissera, na véspera do jogo, que a partida constituía a "derradeira oportunidade" para a sua equipa, mas a chamada a rebate caiu aparentemente em ouvidos moucos, conforme uma surpreendentemente discreta primeira parte o demonstrou. O tento de Dzyuba não ajudou, mas também pouco se vislumbraram respostas.

Hulk festeja o seu belo golo
Hulk festeja o seu belo golo©AFP/Getty Images

Ao invés, os anfitriões russos, com Hulk em particular destaque, lideraram o ataque, com temas da banda Leningrad (eles próprios adeptos do Zenit) como banda sonora. O Zenit podia mesmo ter chegado ao 2-0, não tivesse Dzyuba escorregado quando tinha a baliza à sua mercê.

Tudo parecia muito fácil, mas o Lyon surgiu para a segunda parte com uma força renovada. No período de quatro minutos, o empate havia sido restabelecido. Haviam várias camisolas azuis-claras em posições mais recuadas quando Christophe Jallet cruzou de primeira para a área, mas ninguém previu o toque em habilidade de calcanhar de Lacazette para o fundo das redes.

Mas Hulk não quis ficar atrás. Sete minutos volvidos, arrancou do seu meio-campo e, a cerca de 30 metros da baliza de Anthony Lopes, rematou fortíssimo de pé esquerdo, com a bola a entrar junto ao poste, tornando infrutífera a estirada do guardião português.

A sete minutos do final, Hulk combinou com Oleg Shatov num contra-ataque, com este a servir o português Danny para uma conclusão fácil, que assegurou os três pontos aos comandados de André Villas-Boas.

 foresaw Lacazette's lovely flick with his trailing leg. 

Hulk can do cute, too, but his equaliser seven minutes later was all brawn after he turned the ball over on halfway. The Brazilian drove into a position about 30 metres out before unleashing a left-footed thunderbolt that tantalisingly bent away from Anthony Lopes and into the net. 

With seven minutes left, Hulk and Oleg Shatov combined on the counterattack, teeing up Danny for a simple finish to wrap up the points. 

Reacções
André Villas-Boas, treinador do Zenit
Foi uma vitória fantástica. Estou satisfeito por termos ganho, mas ainda temos um jogo importante em França e esse encontro será muito importante para o Lyon. Os jogadores mereceram a vitória. A única diferença [entre os desempenhos do Zenit no plano interno e Europeu] está nos erros. Na liga russa estamos a cometê-los; na Champions League isso não está a acontecer e é por isso que temos nove pontos em três jogos.

Hubert Fournier, treinador do Lyon
No ano passado fizemos uma boa época, mas a realidade é que neste momento não somos bons o suficiente para estarmos nos oitavos-de-final. Sim, temos ainda hipóteses matemáticas para seguir em frente, mas, na realidade, se virmos bem as coisas, esperamos ficar em terceiro lugar. Nesta altura sentimos mais frustração do que outra coisa. Nos três jogos jogámos bem algumas vezes e precisávamos de somar mais que um ponto.

©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images

x

Topo