Bayern segura nulo frente ao Shakhtar

FC Shakhtar Donetsk 0-0 FC Bayern München
Alemães tiveram noite frustrante e jogaram últimos 25 minutos sem Xabi Alonso, por expulsão.

Shakhtar obriga Bayern empate sem golos na primeira mão em Lviv
Xabi Alonso expulso no jogo 100 na UEFA Champions League
Primeira partida do Shakhtar nas últimas dez semanas, desde o empate no terreno do FC Porto, a 10 de Dezembro
Segunda mão realiza-se a 11 de Março na Fußball Arena München

FC Shakhtar Donetsk e FC Bayern München empataram sem golos na Arena Lviv em jogo da primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

A equipa dirigida por Mircea Lucescu efectuava o seu primeiro encontro oficial desde 10 de Dezembro, dia em que empatou a um com o FC Porto, no Estádio do Dragão, na derradeira jornada da fase de grupos. Ainda assim, não se notou qualquer falta de ritmo competitivo do campeão ucraniano. Já o Bayern procurava capitalizar na UEFA Champions League a goleada de 8-0 no fim-de-semana, frente ao Hamburger SV, mas a verdade é que o campeão germânico encontrou muitas dificuldades na hora de atacar.

Mesmo assim, a primeira ocasião de perigo pertenceu ao Bayern. Arjen Robben teve uma arrancada pela direita antes de servir Thomas Müller, em posição central, mas o remate do ponta-de-lança, titular no lugar do habitual Robert Lewandowski, saiu torto, com a bola a passar diante da baliza.

O Bayern apostou na posse da bola, aliada a uma pressão alta, factores que impediram o Shakhtar, mais directo nos seus processos, de importunar Manuel Neuer na baliza dos bávaros.

Um minuto depois da meia-hora, Müller voltou a dispor de uma boa ocasião, mas após assistência "in-extremis" de Franck Ribéry, que tinha recebido um passe de Mario Götze, o internacional alemão rematou em esforço mas por cima.

O intervalo chegou sem que, por exemplo, Luiz Adriano, o melhor marcador da fase de grupos, tivesse conseguido, sequer, uma entrada na área com perigo, apesar dos esforços de Taison na ala esquerda, que obrigou Rafinha a muito trabalho.

Xabi Alonso (No3) vê o cartão vermelho
Xabi Alonso (No3) vê o cartão vermelho©AFP/Getty Images

A etapa complementar teve um arranque mais vivo por parte do Shakhtar, mas sem qualquer perigo para o Bayern, que continuou a controlar a posse da bola, mesmo após a expulsão, aos 66 minutos, de Xabi Alonso, que viu o segundo cartão amarelo após falta sobre Alex Teixeira.

Josep Guardiola jogou pelo seguro e fez entrar o defesa Holger Badstuber para o lugar de Müller, mas, instantes depois, colocou Lewandowski no lugar de Götze. No entanto, o polaco nunca teve jogo, algo que também aconteceu, na outra área, com Luiz Adriano.

O empate da Arena Lviv reforça o favoritismo do Bayern para a segunda mão, em Munique, mas os ucranianos já deram mostras de serem capazes de surpreender em terreno adversário.

Topo