O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Kylian Mbappé: golos, recordes, estatísticas e mais da estrela do Paris e de França

No momento em que Kylian Mbappé anuncia que vai deixar o Paris no final da época, o UEFA.com celebra a sua evolução desde que entrou em cena.

Veja todos os golos de Kylian Mbappé na Champions League

Kylian Mbappé percorreu um longo caminho desde que se estreou na UEFA Champions League, com 17 anos, em Setembro de 2016. O UEFA.com traça a evolução do avançado francês após o anúncio da sua saída de Paris no final da época.

Jogos e golos de Mbappé

França: 77 jogos, 46 golos
Competições de clubes da UEFA: 74 jogos, 48 golos
Competições domésticas: 304 jogos, 238 golos

Estatísticas actualizadas a 10 de Maio 20234

Ascensão de Mbappé

Mbappé no banco do Mónaco no jogo contra o Tottenham
Mbappé no banco do Mónaco no jogo contra o TottenhamIcon Sport via Getty Images

Mónaco
• Faltavam dez dias para fazer 16 anos quando Mbappé disputou o seu primeiro jogo nas competições da UEFA, ao entrar nos últimos 30 minutos da derrota em casa com o Zenit, por 3-1, na UEFA Youth League.

• Um ano e um dia depois estreou-se numa competição sénior de clubes da UEFA, disputando os últimos 34 minutos do desaire na fase de grupos da UEFA Europa League, por 4-1, no terreno do Tottenham. A sua equipa já perdia por 3-0 quando Mbappé entrou em campo, mas foi dele a assistência para o golo do Mónaco.

• O UEFA.com escreveu sobre ele pela primeira vez em Fevereiro de 2016, quando foi o nosso "Jovem talento da semana", citando o seu pai e treinador Wilfried: "Ele é mais do que apaixonado [pelo futebol] – ele é louco. Eu trabalho no futebol e ele quase me obriga a desligar porque está sempre ligado 24 horas por dia, sete dias por semana. Ele vê tudo; pode ver quatro ou cinco jogos seguidos."

• Não marcou nos três primeiros jogos da UEFA Champions League (nada de surpreendente, pois somou apenas 25 minutos de tempo de jogo), mas fê-lo ao quarto passados 40 minutos na derrota no terreno do Manchester City, por 5-3, nos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

• Terminou a campanha 2016/17 da Champions League com seis golos no apuramento do Mónaco até às meias-finais e marcou 15 golos na Ligue 1 em 29 jogos.

Mbappé na mudança para o Paris na companhia do seu pai, Wilfred, e do seu irmão Ethan
Mbappé na mudança para o Paris na companhia do seu pai, Wilfred, e do seu irmão EthanAFP via Getty Images

Paris
• Marcou seu décimo golo na Champions League na derrota por 3-1 frente ao Bayern, em Dezembro de 2017, tornando-se no jogador mais jovem a atingir essa marca aos 18 anos e 11 meses.

• A temporada 2018/19 viu Mbappé alcançar novos patamares com 33 golos em apenas 29 jogos, um recorde na sua carreira, na conquista do título pelo Paris. Foi eleito o Jogador do Ano da Ligue 1 depois de liderar a tabela dos melhores marcadores, terminando com uma vantagem de 11 remates certeiros.

• Assinou dois hat-tricks na UEFA Champions League, ambos em jogos fora: na vitória por 5-0 ante o Club Brugge em Outubro de 2019 e no triunfo por 4-1, em Barcelona, nos oitavos-de-final de 2020/21. Converteu depois com êxito um penálti no encontro da segunda mão dessa eliminatória, eclipsando ao mesmo tempo Lionel Messi como o jogador mais jovem a chegar aos 25 golos na Champions League, com 22 anos e 80 dias. Entretanto, Erling Haaland quebrou esse recorde.

• Assinou um novo contrato com o Paris em Maio de 2022, tendo subido ao segundo lugar, atrás de Edinson Cavani, na lista dos melhores marcadores do clube da capital. Tornou-se o terceiro jogador a terminar como goleador-mor da Ligue 1 por quatro temporadas consecutivas, mas o primeiro a terminar como melhor marcador e rei das assistências (17) na história da primeira divisão gaulesa.

• No final da época de 2021/22, Mbappé já tinha conquistado cinco títulos da Ligue 1 (um pelo Mónaco e quatro pelo Paris), além de Taças de França (todas pelos parisienses), e ajudou a equipa da capital a alcançar a sua primeira final da UEFA Champions League, em 2020, perdida por 1-0 frente ao Bayern, em Lisboa.

• Ultrapassou Cavani como o maior goleador de todos os tempos do clube nas competições europeias com o seu 31º golo em 48 jogos na Champions League pelo Paris durante o empate 1-1 em casa, frente ao Benfica, em Outubro de 2022.

• Tornou-se no primeiro jogador do Paris a marcar cinco golos num jogo, na vitória por 7-0 sobre o Pays de Cassel, nos 16 avos-de-final da Taça de France, a 23 de Janeiro de 2023.

• O bis na vitória por 3-0 sobre o Marselha, no Le Classique, a 26 de Fevereiro de 2023, colocou-o em igualdade com Cavani como o maior goleador de sempre do clube, com 200 golos. Seis dias depois, tornou-se no recordista isolado, marcando na vitória por 4-2 sobre o Nantes.

• Ajudou o Paris a estabelecer um novo recorde de 11 títulos da Ligue 1 com o sucesso em 2022/23, campanha em que foi o goleador-mor do campeonato pelo quinto ano consecutivo e Jogador do Ano da Ligue 1 pela quarta temporada seguida.

• Atingiu os 250 golos pelo Paris a 17 de Março de 2024, graças a um hat-trick na vitória por 6-2 em Montpellier. No mês seguinte, somou o sexto campeonato em sete temporadas ao serviço dos parisienses.

França

Os dez mais jovens goleadores franceses: Dembélé (Dortmund) e Mbappé (Mónaco)

• Marcou cinco golos na vitoriosa campanha da França no Campeonato da Europa de Sub-19 de 2016, na Alemanha. O companheiro de equipa Jean-Kévin Augustin marcou seis, mas os dois jogadores foram escolhidos como jogadores a observar pela equipa editorial do UEFA.com no local.

• Tornou-se no segundo jogador mais jovem a jogar pela selecção principal de França quando se estreou contra o Luxemburgo, em Março de 2017. O seu primeiro golo pela selecção aconteceu na vitória por 4-0 sobre os Países Baixos, cinco meses depois.

• Outro recorde caiu quando se tornou no jogador francês mais jovem de sempre a marcar no Campeonato do Mundo, aos 19 anos. Juntou-se a Pelé como o único com 19 anos ou menos a marcar numa final de um Mundial, na vitória da França sobre a Croácia, por 4-2, na edição de 2018, tendo sido eleito o Melhor Jogador jovem do torneio.

• Brilhou ainda mais quando a França conquistou a UEFA Nations League 2020/21, contudo, os Bleus não conseguiram manter o título no Mundial de 2022, tendo sido derrotados no desempate das grandes penalidades, após um emocionante empate 3-3 na final ante a Argentina. Mbappé tornou-se apenas no segundo jogador da história a apontar um hat-trick na final (depois do inglês Geoff Hurst em 1966), tendo sido o melhor marcador do torneio, com oito golos. Os seus quatro tentos em finais de Mundiais (ao longo de duas edições da prova) constituem um recorde.

• Antes da fase de qualificação do UEFA EURO 2024, foi nomeado como novo capitão da França pelo seleccionador Didier Deschamps, após a retirada de Hugo Lloris da selecção.

• Nessa campanha rumo ao EURO 2024, Mbappé tornou-se no jogador mais jovem a fazer 70 jogos pelos Bleus e depois ultrapassou Michel Platini e Antoine Griezmann para se tornar no terceiro melhor marcador na história da selecção gaulesa.

O que ele diz

Mbappé conversa com astronauta da ESA

Mbappé falou com o UEFA.com em várias ocasiões e numa delas teve um mediatismo extra, quando serviu de representante do futebol europeu numa conversa com o astronauta francês Thomas Pesquet, na preparação para o UEFA EURO 2020. Recorde o que o avançado francês disse sobre a sua carreira até àquela altura quando falámos com ele na Primavera de 2021:

Sobre a sua motivação: "Sempre que entro em campo, digo a mim mesmo que sou o melhor, mas já defrontei [Lionel] Messi e Cristiano [Ronaldo], e eles são melhores jogadores do que eu. Já fizeram muito mais do que eu, mas digo a mim mesmo que sou o melhor, porque ao fazer isso não se coloca limites na nossa ambição e apresentamos a nossa melhor versão."

Sobre vencer o Mundial 2018: "Normalmente, vencer um Mundial é o ponto alto da carreira. É algo para o qual se trabalha diariamente: desenvolvemo-nos no futebol de clubes e depois, com 27, 28 anos, estamos no auge para tentar conquistar o título mundial. Eu tive a sorte de estar na luta por esses títulos bem cedo e de ser campeão aos 19 anos, e acho que isso vai-me ajudar noutros testes exigentes que terei ao longo da carreira".

Sobre o que o faz feliz: "Para mim, a Champions League ocupa um lugar muito importante. Perdemos em ocasiões e eliminatórias diferentes, sofremos com isso. Acho que se algum dia me sagrar campeão, vai ser um momento muito emotivo. Mesmo que o Mundial seja o ponto alto na carreira de futebolista, a nível de clubes a Champions League é a melhor competição. Ela é, tal como refere a canção, para 'as melhores equipas'."

Sobre as suas ambições: "Nunca disse que seria o melhor jogador na história do futebol, mas nunca coloquei limites a mim próprio. Se chegar a um determinado nível, não vou ficar por aí e tentarei chegar ao seguinte. Tento forçar os meus limites e ver aonde isso me leva. Até ao momento tem funcionado bem e vou continuar a pensar assim até ao fim da carreira."

App da Champions League!

Seleccionados para si