Final da Champions League: "onzes" prováveis e notícias das equipas

Prováveis titulares, quem fica de fora e indisponíveis? O UEFA.com avalia todas as opções à disposição dos treinadores antes da final da UEFA Champions League.

Irá Marco Verratti jogar de início no Paris?
Irá Marco Verratti jogar de início no Paris? UEFA via Getty Images

O UEFA.com dá aos treinadores do Fantasy Football uma ajuda preciosa antes da final da UEFA Champions League, no domingo, avançando os "onzes" prováveis e analisando as escolhas que os técnicos terão de fazer.

Faça até cinco transferências

Paris

Veja todos os golos do Paris até à final
Veja todos os golos do Paris até à final

"Onze" provável: Navas; Kehrer, Thiago Silva, Kimpembe, Bernat; Herrera, Marquinhos, Paredes; Di María, Neymar, Mbappé

Thomas Tuchel pode estar tentado a apresentar o mesmo "onze" que brilhou frente ao Leipzig, com o médio Marco Verratti indisponível para ser titular na sequência do seu problema numa coxa. O guarda-redes Keylor Navas foi outra grande dúvida devido a uma lesão antes da final, mas os últimos indícios são de que o três vezes vencedor da Champions League está pronto para substituir Sergio Rico na baliza. Quanto ao avançado argentino Mauro Icardi, parece destinado ao segundo jogo seguido como suplente após ter sido preterido nas meias-finais.
Chris Burke, repórter do UEFA.com junto do Paris

Bayern

"Onze" provável: Neuer; Kimmich, Boateng, Alaba, Davies; Goretzka, Thiago; Perišić, Müller, Gnabry; Lewandowski
Doubtful: Boateng (problema muscular)

O toque sofrido por Jérôme Boateng faz com que existam várias hipóteses. Se recuperar, é provável que Hans-Dieter Flick não faça alterações ao "onze". Caso contrário, deve apostar em Niklas Süle, que não é titular há dez meses. Lucas Hernández é a outra opção, mas Flick não é adepto de centrais esquerdinos. A chamada de Javi Martínez, que deve sair no final desta época, é uma hipótese?

Nas outras posições, Flick pode sentir-se tentado a colocar Benjamin Pavard novamente como lateral-direito e, com isso, puxar Joshua Kimmich para o meio-campo, apesar de se isso acontecesse o sacrificado seria Leon Goretzka. Com esta equipa a funcionar tão bem, parece um risco desnecessário tendo em conta a ocasião.
Jordan Maciel, repórter do UEFA.com junto do Bayern