O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ancelotti elogia perfeição

Carlo Ancelotti não poupou elogios na vitória do Milan sobre o Manchester United, que valeu um triunfo total por 5-3 e um lugar na final frente a outra equipa inglesa, o Liverpool.

"Um sonho". "Futebol perfeito". Carlo Ancelotti não poupou elogios para descrever a vitória do AC Milan sobre o Manchester United FC, por 3-0, que valeu um triunfo total por 5-3 e um lugar na final frente a outra equipa inglesa, o Liverpool FC. Por seu lado, Alex Ferguson mostrou "fair play" na hora da derrota, enaltecendo o profissionalismo do Milan e o “excelente jogo” realizado pelos “rossoneri”. O uefa.com faz o resumo das reacções à partida de San Siro.

Carlo Ancelotti, treinador do Milan
Ver a nossa equipa jogar como o fizemos na primeira parte é o sonho de qualquer treinador. Nos primeiros 45 minutos praticámos um futebol perfeito. Alicerçámos a nossa vitória num início fenomenal. É uma grande alegria, especialmente tendo em conta a forma como esta aventura começou. Será um jogo fascinante frente ao Liverpool, que é uma equipa mais física do que o Manchester United. O futebol da UEFA Champions League é único pelo ambiente especial que existe em redor de cada jogo, mas creio que o Milan é a melhor equipa da Europa neste tipo de encontros. Raramente fazemos um mau jogo a este nível. Principalmente sinto-me feliz porque estamos na nossa melhor forma física na altura mais importante da época. Fizemos um enorme trabalho durante a pausa de Natal, tendo este objectivo em mente e agora estamos a colher os frutos.

Alex Ferguson, treinador do Manchester United
Estamos desiludidos, obviamente. O Milan estava mais bem preparado fisicamente para este jogo, sofremos dois golos de forma fácil e depois não soubemos reagir. Na Europa, não se pode dar a bola de mão beijada. Infelizmente, fizemo-lo e o Milan foi muito melhor que nós na manutenção da bola em seu poder. A maior diferença, contudo, foi o nível de experiência e isso adquire-se mantendo a mesma equipa durante muitos anos, como o Milan tem feito. Esta noite, começaram de forma muito rápida, pressionando na luta por cada bola e fizeram um grande jogo. É necessário sempre recuperar de uma desilusão. Fizemo-lo no passado e teremos de fazê-lo no sábado. É difícil prever quem vencerá a final. O Milan provou esta noite que sabe preparar-se muito bem para este tipo de jogos.