O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Allegri em busca do ouro com a Juventus em Cardiff

"Desta vez queremos pôr as mãos no troféu", disse Massimiliano Allegri ao UEFA.com, seguro de que a Juventus está mais forte desde a derrota com o Barcelona na final de 2015.

Allegri em busca do ouro com a Juventus em Cardiff
Allegri em busca do ouro com a Juventus em Cardiff ©Getty Images

Massimiliano Allegri era o treinador da Juventus na derrota por 3-1 com o Barcelona na final de 2015 da UEFA Champions League e – tal como afirmou ao UEFA.com – está determinado em que os seus jogadores não fiquem com as medalhas de vice-campeões, contra o Real Madrid, na final desta temporada.

 A equipa do Real Madrid tem muita qualidade. É uma equipa extraordinária, com uma técnica e ritmo excelentes. Está habituada a este tipo de jogos, pelo que irá ser uma grande final. Temos de estar satisfeitos com o que fizemos até agora, mas vamos para esta final com um nível de confiança completamente diferente do de 2015.

Não sei onde irá ser ganha ou perdida, porque as finais são decididas em episódios individuais. Em 2015, após vinte minutos contra o Barcelona pensámos que estava tudo perdido e, assim que empatámos o jogo, passámos a pensar que já tínhamos ganho mas ultimamente isso é algo que temos vindo a perder. Irão ser uns longos e fascinantes 95 minutos – ou talvez 120.

Resumo: Golos da Juventus em finais europeias

Comparada com a final de 2015 em Berlim, a nossa equipa sofreu alterações em quase todas as posições. Apenas quatro ou cinco jogadores se mantêm. A nossa confiança aumentou, a consciência das nossas capacidades cresceu e o ambiente melhorou.

Elevámos a fasquia após ter conseguido pela quinta vez consecutiva ganhar o “scudetto”, atingido a final da Champions League e vencido por duas vezes a Taça de Itália e também a Supertaça. Esta equipa precisa de elevar consecutivamente a fasquia e procurar objetivos cada vez maiores. 

Juventus - Real Madrid: duelos anteriores

Se aprendemos alguma coisa com a derrota na final de 2015? Todos os dias aprendemos algo, não importa se é numa final da Champions League! Apenas uns quantos conseguiram erguer este troféu. Não é algo que suceda todos os anos. Nos últimos três anos estivemos numa final e esta será a nossa segunda presença. Mas desta vez queremos por as mãos no troféu”.