Dez anos depois: A desforra do Milan em 2007

Tendo desperdiçado uma vantagem de 3-0 para acabar derrotado nos penalties na final de 2005 da UEFA Champions League, o Milan desforrou-se em 2007: recordamos alguns personagens fundamentais.

Dez anos depois: A desforra do Milan em 2007
Dez anos depois: A desforra do Milan em 2007 ©Getty Images

No lado errado da maior reviravolta na história das finais da UEFA Champions League, quando Liverpool virou uma desvantagem de 3-0 para ganhar nos penalties em Istambul, o Milan de Carlo Ancelotti conseguiu a desforra em 2007, em Atenas, frente aos “reds” de Rafael Benítez. Filippo Inzaghi concluiu um pontapé livre de Andrea Pirlo que passou fora do alcance de Pepe Reina antes de fazer o segundo tento, tornando inócuo o golo perto do fim de Dirk Kuyt.

“A derrota há dois anos vai permanecer comigo toda a vida, mas esta é uma história diferente”, disse o médio Gennaro Gattuso. “Agora é a nossa vez de festejar.”

Resumo da final de 2007: Milan 2-1 Liverpool
Resumo da final de 2007: Milan 2-1 Liverpool

1 Javier Mascherano
“Um “monstro de jogador”, segundo o treinador do Liverpool, Benítez, o trinco argentino – contratado ao West Ham em Fevereiro de 2007 – combinou com Xabi Alonso para suster o Milan em grande parte da final, mas não conseguiu segurar Inzaghi.

2 Clarence Seedorf
Único jogador a ganhar a UEFA Champions League por três clubes (Ajax, em 1995, Real Madrid em 1998 e Milan em 2003 e 2007), o médio Seedorf foi um dos homens que integrou a equipa derrotada contra o Liverpool em 2005.

3 Xabi Alonso
Vencedor em 2005 e derrotado em 2007, o médio Alonso – vencedor do UEFA EURO 2008,  do Campeonato do Mundo da FIFA de 2010 e do UEFA EURO 2012 – viveu a frustração de ficar de fora noutra final, em 2014, ganha pelo Real Madrid ganhou ao Atlético, por estar suspenso.

4 Steven Gerrard
Um dos quatro jogadores, ao lado de Sami Hyypiä, Jamie Carragher e Vladimír Šmicer, que alinharam nos triunfos do Liverpool na final de 2001 da Taça UEFA e na UEFA Champions League, em 2005, o médio saiu dos “reds” após 17 temporadas para representar o LA Galaxy.

Resumo da final de 2005: O milagre de Istambul
Resumo da final de 2005: O milagre de Istambul

5 Dirk Kuyt
Tendo marcado na decisão por grandes penalidades frente ao Chelsea que conduziu o Liverpool à final, o avançado holandês fez o golo de consolação da equipa inglesa em Atenas e fechou a cortina naquela que foi a primeira das suas seis épocas em Anfield. 

6 Jermaine Pennant
A primeira das três temporadas em Anfield, 2006/07, foi a mais bem-sucedida de Pennant, pois o extremo foi opção habitual de Benítez. Só que para sua tristeza o mesmo não aconteceu na selecção de Inglaterra.

7 Massimo Ambrosini
O golo fora de Ambrosini na meia-final diante do PSV apurou o Milan para a final mas, mais uma vez, o médio acabou por falhar o jogo decisivo devido a lesão. Contudo, na final de 2007, esteve ao seu melhor.

8 Jamie Carragher
Nascido em Bootle, nos subúrbios de Liverpool, o defesa-central fez parte do plantel principal do Liverpool entre 1996 e 2013. Arquétipo de jogador de um só clube, fez 737 partidas no clube onde ingressou em 1988.

Andrea Pirlo no seu melhor
Andrea Pirlo no seu melhor

9 Andrea Pirlo
Rei dos médios-defensivos criativos, a especialidade nos livres directos de Pirlo esteve em evidência no golo inaugural do Milan frente ao Liverpool.

10 Boudewijn Zenden
Esta final acabaria por ser à última partida nas duas épocas fartas em lesões do extremo holandês em Anfield.

11 Filippo Inzaghi
De fora na final de 2005, Inzaghi fez ambos os golos contra o Liverpool em Atenas.

Mais do género
Foto: As superestrelas do Real Madrid de 2002
Foto: Real Madrid vence Bayern e fica perto do nono título
Foto: Ronaldo aplaudido de pé em Old Trafford
Foto: Ronaldo estreia-se a marcar pelo Real Madrid
Foto: Trezeguet ajuda Juve a ultrapassar Real Madrid
Foto: Quando o Mónaco surpreendeu o poderoso Real Madrid
Foto: Barcelona silencia o Real Madrid no Bernabéu