O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Arsenal apurado pela eficácia de Giroud

Olympiacos 0-3 Arsenal
O primeiro "hat-trick" de Olivier Giroud pelo Arsenal permitiu à equipa inglesa alcançar os oitavos-de-final pelo 16º ano consecutivo.

Watch Giroud's first Arsenal hat-trick
Watch Giroud's first Arsenal hat-trick

O imponente Stadio Georgios Karaiskakis, completamente esgotado, estava preparado para celebrar o apuramento do Olympiacos, mas a superior qualidade técnica do Arsenal acabou por ditar as suas leis em Atenas.

As duas equipas adoptaram uma postura algo cautelosa na fase inicial dado o cáracter decisivo do jogo, apresentando ambas uma densa linha defensiva no último terço do terreno. O conjunto de Marco Silva apostou numa forte pressão sobre o portador da bola, mas a estratégia do técnico português sofreu um duro revés aos 29 minutos, quando o Arsenal inaugurou o marcador na primeira vez que o avançado Olivier Giroud rematou à baliza de Roberto.

Um passe rasgado de Mesut Özil deixou Aaron Ramsey bem posicionado para o cruzamento e depois o atacante francês respondeu da melhor maneira à assistência do médio galês com um cabeceamento colocado, de nada valendo a estirada de Roberto.

Apesar de ter apresentado um futebol mais apoiado na zona intermediária, o Olympiacos evidenciou claras dificuldades, mais à frente, para ultrapassar o bloco defensivo dos "gunners", apesar de ter contado sempre com o já tradicional fervoroso apoio dos seus adeptos.

O Arsenal chegou ao intervalo sabendo que lhe faltava mais um golo para garantir o seu principal objectivo, mas, com apenas três minutos de jogo decorridos da etapa complementar, o eficaz Giroud voltou a fazer questão de facilitar a vida aos "gunners" ao bisar na partida.

O internacional gaulês ultrapassou a linha defensiva do Olympiacos após um passe cruzado de Joel Campbell e depois não teve dificuldades para desfeitear Roberto com um remate colocado no interior da grande área.

A partir do segundo golo dos londrinos, a partida ganhou mais dinâmica ofensiva, uma vez que o resultado de 2-0 obrigava o Olympiacos a avançar no terreno, mas foi o Arsenal quem voltou a marcar, dissipando as dúvidas que ainda existiam sobre quem iria conquistar o segundo lugar do grupo.

Para não variar, o terceiro tento foi da autoria do inspiradíssimo Giroud que, aos 67 minutos, assinou um "hat-trick" numa grande penalidade a castigar um corte com a mão de Omar Elabdellaoui, na sequência de um remate de Nacho Monreal.

Um golo que surgiu depois de Petr Čech ter impedido, com duas boas defesas (remates de Kostas Fortounis e Pajtim Kasami), que o Olympiacos pudesse complicar as contas do Arsenal.

Nos últimos 15 minutos do jogo, o Olympiacos perdeu ânimo, bem como os seus adeptos, para ameaçar o apuramento do Arsenal e Özil só não fez o quarto, na marcação de um livre directo (82), porque Roberto respondeu de forma eficaz.

O Olympiacos fez um bom trajecto no Grupo F, mas no jogo de todas as decisões não conseguiu repetir a exibição realizada, em Londres, frente ao Arsenal. E, assim, vai ter de transitar para a UEFA Europa League. 

©AFP/Getty Images
©Getty Images
©AFP/Getty Images