O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Maxwell sobre o Paris-Chelsea e Ibrahimović

Com o Paris prestes a reencontrar o Chelsea, Maxwell recorda o embate dos quartos-de-final da época passada e fala da amizade com Zlatan Ibrahimović.

Maxwell está pronto para voltar a medir forças com o Chelsea
Maxwell está pronto para voltar a medir forças com o Chelsea ©Getty Images

UEFA.com: A derrota por 2-0 em Stamford Bridge nos quartos-de-final da última edição da UEFA Champions League, que ditou a reviravolta na eliminatória depois de terem vencido a primeira mão, em casa, por 3-1, deve ter sido bastante dura. Fale-nos do que se recorda desses dois jogos...

Maxwell: É uma memória triste. Lembro-me que a equipa ficou um pouco perdida com o primeiro golo e, depois, sofremos o segundo golo muito perto do fim, quando já não havia tempo para reagir. Ficámos com a sensação que não fizemos tudo o que podíamos ter feito e espero que isso sirva de lição para este ano. Esperamos que essa lição nos motive a fazer um jogo melhor e que, desta feita, sejamos nós a seguir para a ronda seguinte.

UEFA.com: Há, pois, enorme vontade de desforra?

Maxwell: Não, não pensamos nisso. O importante para nós é que vamos defrontar uma equipa de grande nível, frente à qual podemos mostrar que merecemos seguir em frente nesta competição. Vai ser uma eliminatória interessante e motivadora para todos. Independentemente do que aconteceu na época passada, o que importa é que em campo voltarão a estar em campo duas grandes equipas.

UEFA.com: Fazia parte da equipa do FC Barcelona que venceu a competição em 2011. Deve ter sido uma experiência fantástica...

Maxwell: Foi um momento mágico, depois de uma grande exibição. O clube ganhou muitos troféus nessa altura, entre eles a Champions League. Para além disso, foi um prazer partilhar essa época com pessoas fantásticas e com o grupo de jogadores que tínhamos na altura. Foi uma grande experiência.

UEFA.com: Já jogou ao lado de Zlatan Ibrahimović em quatro clubes diferentes, a começar pelo AFC Ajax, no início da década de 2000. Pode falar-nos da vossa amizade?

Maxwell e o
Maxwell e o©Getty Images

Maxwell: No futebol, frequentemente, tornamo-nos amigos de alguém e, depois, passado algum tempo seguimos para clubes diferentes, em países diferentes. O Ibra e eu temos tido a felicidade de jogar em vários clubes, sempre juntos. Hoje ele é como um irmão para mim; a nossa amizade começou quando éramos ainda muito jovens e continua hoje, com as nossas famílias. É, certamente, uma amizade que permanecerá para além do futebol.

UEFA.com: Está na sua terceira temporada no Paris. Como avalia o desenvolvimento do clube nesse período?

Maxwell: A evolução foi enorme. As mudanças introduzidas por [Carlo] Ancelotti e Leonardo foram impressionantes. O desenvolvimento tem, pois, isso extraordinário. Chegaram novos jogadores e a dimensão do clube cresceu bastante. Estou feliz por ter feito parte deste projecto desde o início e espero que a equipa a crescer cada vez mais.