O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

"Hat-trick" de Van Persie apura United

Manchester United FC 3-0 Olympiacos FC (total: 3-2)
O primeiro "hat-trick" de Robin Van Persie na Europa fez o Manchester United chegar aos quartos-de-final pela primeira vez desde 2011.

"Hat-trick" de Van Persie apura United
"Hat-trick" de Van Persie apura United ©UEFA.com

Com três golos da autoria de Robin van Persie, o Manchester United FC deu à volta à eliminatória e venceu por 3-0 o Olympiacos FC, assegurando a qualificação para os quartos-de-final da UEFA Champions League, em partida disputada em Old Trafford, em Inglaterra. Destaque ainda para o facto de ser a primeira vez que o internacional holandês marca por três num jogo das competições europeias.

Foi um Manchester dominador do primeiro ao último instante, aquele que David Moyes teve em campo e que muito rapidamente causou danos ao Olympiacos que aos 5 e 10 minutos, respectivamente, viu Kostas Manolas e Alejandro Dominguez, com cartão amarelo, ficarem de fora do próximo compromisso europeu do clube grego.

Prenúncio do que se seguiu, Wayne Rooney deu início a uma serie de assistências para Robin van Persie, a última das quais, sobre o intervalo, a resultar no segundo golo dos “red devils”. Antes, Joel Campbell (15) fugiu à defesa inglesa e atrasou para a entrada de Hernan Peréz mas a falhar o alvo.

Rooney (18) voltou a estar em foco ao acertar no poste, após assistência de Ryan Giggs, chegando os locais à vantagem após Van Persie (23) ser derrubado na área por José Holebas, com o próprio a marcar a grande penalidade. Depois de Roberto ter desviado para fora uma cabeçada de Patrice Evra (35), David De Gea foi fundamental na outra baliza com duas defesas soberbas a remates de David Fuster e Domínguez (40).

A precisar de mais um golo para evitar o prolongamento, a equipa inglesa voltou do intervalo a todo o gás e Van Persie apressou-se a fazer história, completando o seu primeiro “hat-trick” nas competições europeias aos 52 minutos, na cobrança de um livre directo.

Com Peréz (56) e Domínguez (64) a manterem a falta de pontaria, a eliminatória parecia cada vez mais inclinada para os ingleses mas foi Fuster (66) quem esteve perto de marcar num remate que De Gea segurou na linha de baliza.  Pouco depois o internacional português Paulo Machado rendeu Leandro Salino para que os gregos ficassem com mais opções ofensivas.

De Gea (80) voltou a negar o golo a Domínguez numa altura em que os ingleses começavam a dar sinais de fadiga e ansiedade, defendendo em cima da sua área. Incapaz de fazer pressão ou de assegurar a circulação de bola, Moyes trocou Van Persie, lesionado, por Marouane Fellaini (90), na última cartada antes de assegurar a qualificação e infligir a 12ª derrota ao Olympiacos em 12 deslocações a Inglaterra.