O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Moyes incita United a reagir frente ao Olympiacos

David Moyes prometeu deixar os adeptos do Manchester United "orgulhosos" na tentativa de dar a volta à eliminatória frente a um Olympiacos que não se limitará só a defender.

O treinador do Manchester United, David Moyes, durante a conferência de imprensa
O treinador do Manchester United, David Moyes, durante a conferência de imprensa ©AFP/Getty Images

O treinador do Manchester United FC, David Moyes, mostrou-se confiante e determinado a colocar um ponto final nas tristezas que têm assolado esta época Old Trafford na antevisão do encontro da segunda mão dos oitavos-de-final, frente ao Olympiacos FC.

Tendo perdido na primeira mão por 2-0, no Pireu, a confiança do United sofreu mais um duro golpe no passado domingo com a nona derrota da temporada na Premier League, desta feita por 3-0 na recepção ao Liverpool FC. Moyes, ainda assim, prometeu que o campeão inglês vai "voltar a erguer-se" e restaurar o orgulho dos adeptos, enquanto Míchel, técnico dos recém-coroados campeões gregos, salientou que os seus pupilos não se podem dar ao luxo de simplesmente defender a vantagem trazida da primeira mão.

Manchester United
David Moyes, treinador

Quando se perde da forma que perdemos, ainda para mais diante de um dos grandes rivais deste clube [o Liverpool], a desilusão é sempre grande. Sabíamos que era uma semana muito importante para nós, mas terminou o encontro com o Liverpool passámos a pensar apenas neste próximo jogo. Disse aos jogadores, na manhã de segunda-feira, que a única coisa que importa agora é estarmos concentrados neste jogo e é para ele que as nossas tenções estão agora viradas.

Os meus jogadores sabem que são capazes de jogar melhor. Não creio que nenhum deles duvide disso. Acredito nos meus jogadores porque vejo aquilo de que eles são capazes e espero que o consigam mostrar. Sei que não o temos mostrado tanto como gostávamos, mas vamos tentar que isso aconteça esta quarta-feira.

Não temos tido a temporada que esperávamos até ao momento, mas o importante é entrar em campo frente ao Olympiacos e dar tudo para seguir em frente. Se nos apurarmos isso conferirá um enorme ímpeto ao nosso moral. Sabemos que nos colocámos numa posição complicada ao perder por 2-0 na primeira mão, mas temos muita fé em nós mesmos.

Os adeptos já viveram muitos momentos altos aqui em Manchester e vão viver ainda mais no futuro. Não tenho qualquer dúvida quanto a isso. Este clube é muito grande. Para mim, é o maior clube do mundo. Pode não o ser neste preciso momento, mas posso dizer-vos que é e que vai voltar a erguer-se.

Quando ganhamos, ganhamos todos, quando perdermos, perdemos todos. Tem sido uma época difícil para todos, porque não estávamos habituados a perder tantos jogos. Toda a gente quer lutar por este clube. Não posso afirmar que nos vamos apurar, mas posso garantir que vamos lutar e honrar esta camisola, para que os adeptos se possam sentir orgulhosos no final do encontro.

Resultado do fim-de-semana
Domingo: Manchester United 0-3 Liverpool FC (Gerrard 34pen 46pen, Suárez 84)

De Gea; Rafael, Jones, Vidić, Evra; Carrick, Fellaini (Cleverley 76); Mata (Ferdinand 87), Rooney, Januzaj (Welbeck 76); Van Persie.

• O United sofreu a sua quinta derrota caseira da temporada na Premier League. A turma de Manchester soma menos 26 pontos do que os que somava por esta altura na época passada.

Notícias da equipa
Jonny Evans (gémeos) não joga desde 1 de Fevereiro. Chris Smalling (coxa), Javier Hernández (joelho) e Nani (tendão de uma coxa) também se encontram indisponíveis.

Olympiacos
Míchel, treinador

Os meus jogadores não têm medo de nada. Talvez o treinador tenha algum receio, mas eles não. Temos consciência do momento que o Manchester United atravessa, mas isso não importa. Temos simplesmente de fazer o nosso jogo. Não nos podemos fiar nas dificuldades pelas quais eles passam.

Gostávamos que o jogo decorresse da mesma forma que decorreu o da primeira mão, mas sabemos que vamos encontrar um Manchester United diferente. Haverá, certamente, maior determinação e intensidade da parte deles. Nós desejamos apenas fazer uma boa exibição. Vamos precisar, certamente, de marcar um golo. Não nos podemos remeter à defesa e pensar apenas em proteger a vantagem de dois golos.

Não gosto de ver treinadores em sofrimento e David Moyes, neste momento, está a sofrer. Mas o Manchester United é um grande clube e sei que os resultados não tardarão a aparecer.

O trabalho de uma equipa de futebol vê-se dentro das quatro linhas. Não há muitos segredos ou surpresas no que toca a este jogo. Sei que jogámos bem e merecemos vencer na primeira mão, mas este será um jogo diferente, pelo que vamos precisar de fazer mais uma boa exibição e conseguir mais um bom resultado para mostrarmos o nosso valor.

A atmosfera é sempre fantástica em Old Trafford e motiva muito a equipa. É sempre uma experiência muito agradável para quem aqui vem. Já defrontámos outras grandes equipas em outros grandes recintos europeus e não vamos alterar a nossa forma de jogar. Vamos manter-nos fiéis ao nosso estilo e, apesar de termos vencido 2-0 na primeira mão, não vamos alterar nada. Para mim, será como se a eliminatória começasse aqui.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Olympiacos 2-0 Panthrakikos FC (Valdez 35, Fuster 90pen)
Roberto; Torres, Papazoglou, Papadopoulos, Holebas; Maniatis, Samaris; Campbell, Domínguez (Šćepović 72), Pérez (Fuster 58); Valdez (Machado 72).

• O Olympiacos selou, finalmente, a conquista do seu 41º título de campeão grego, a cinco jogos do final da temporada, voltando aos triunfos depois de duas derrotas nas duas anteriores jornadas terem adiado o inevitável. David Fuster carimbou o triunfo no último minuto, ao converter uma grande penalidade a castigar falta sobre Joel Campbell.

Notícias da equipa
Javier Saviola (quadríceps) e Iván Marcano (gémeos) voltaram a treinar a 100 por cento no final da passada semana e viajaram para Manchester. Michael Olaitan (miocardite viral) fica de fora, tal como Dimitris Siovas, ausente de longa data (fractura num tornozelo). Leandro Salino, Kostas Manolas e Delvin N'Dinga foram poupados no jogo de sábado.

Facto do jogo
• O United venceu todos os anteriores encontros disputados em casa frente a adversários gregos, enquanto o Olympiacos saiu derrotado nas 11 visitas que efectuou a Inglaterra.