Ibrahimović satisfeito com apuramento do Paris

Zlatan Ibrahimović elogiou o "grande espírito" do Paris, após o anfitrião, mesmo reduzido a dez jogadores, ter garantido o primeiro lugar do Grupo C, batendo uma equipa do Olympiacos ainda confiante no apuramento.

Zlatan Ibrahimović festeja o seu golo frente ao Olympiacos
Zlatan Ibrahimović festeja o seu golo frente ao Olympiacos ©AFP/Getty Images

Zlatan Ibrahimović sublinhou a "grande vontade em ganhar o jogo" do Paris Saint-Germain, após a equipa gaulesa vencer o Olympiacos FC, mesmo reduzida a dez jogadores, garantindo o apuramento como vencedora do Grupo C da UEFA Champions League.

Quanto ao conjunto grego, precisa de derrotar o RSC Anderlecht em casa, na derradeira jornada, jogo que, segundo Gaëtan Bong, vai ser "como uma final".

Zlatan Ibrahimović, avançado do Paris
Os três pontos deram-nos o apuramento e o primeiro lugar do grupo, por isso é bom. Na última jornada podemos jogar de outra forma – sem pressão, mas ainda assim temos de realizar uma boa exibição.

Penso que era importante ganhar por causa do último jogo que realizámos – empate a um [frente ao Anderlecht]. As pessoas esperavam que ganhássemos facilmente, mas estivemos em desvantagem. Este foi um bom resultado para nós, especialmente porque jogámos quase 45 minutos com menos um jogador.

Penso que hoje mostrámos um grande espírito, uma vontade imensa de ganhar o jogo. Sofremos um golo na segunda parte, já com um a menos, mas no último minuto conseguimos fazer o 2-1. Todos lutaram e correram bastante; deu para ver como estávamos cansados após o apito final, mas conseguimos o resultado desejado.

Estou feliz. As coisas estão a correr bem. Estou a esforçar-me muito e a equipa ajuda-me bastante. Tento ajudá-la da melhor maneira possível, marcando golos e criando oportunidades para os meus colegas. Estou bem, fisica e mentalmente, e espero continuar assim.

Gaëtan Bong, defesa do Olympiacos
Olhando para o jogo como um todo, o Paris jogou bem e criou oportunidades, mas ainda assim podíamos ter alcançado um resultado melhor. Acima de tudo, estou a pensar sobre as nossas oportunidades na primeira parte e o lance de um-para-um entre [Kostas] Mitroglou e o guarda-redes. Infelizmente, na parte final, não controlámos bem o jogo. Em circunstâncias normais, devíamos ter somado pelo menos um ponto. Dito isso, esta noite praticámos bom futebol. A próxima partida será como uma final para nós. É imperativo ganharmos para seguir em frente.

Conteúdos relacionados