Participantes no "play-off" lutam por dez vagas

A aguardar os dez vencedores do "play-off" está o desejado lugar na fase de grupos e, no arranque da primeira mão, além do Paços de Ferreira-Zenit, o destaque vai para o PSV-Milan.

Park Ji-Sung (à direita) em despique com Paolo Maldini durante a meia-final de 2005, Milan-PSV
Park Ji-Sung (à direita) em despique com Paolo Maldini durante a meia-final de 2005, Milan-PSV ©Getty Images

Jogos de terça-feira
FC Shakhter Karagandy-Celtic FC
• Trata-se do primeiro duelo entre equipas ou, até, selecções entre conjuntos do Cazaquistão e da Escócia e a primeira vez que o Shakhter defronta uma equipa com historial nas provas europeias.

• Ao passo que o Cazaquistão é o 36º país diferente que o campeão escocês visitará para competições da UEFA, o Shakhter tem um trajecto europeu bastante curto, sendo que a sua estreia em provas da UEFA ocorreu numa eliminatória da Taça InterToto, em 2006.

Olympique Lyonnais-Real Sociedad de Fútbol
• O clube de San Sebastián não participa nas competições europeias desde que foi afastado, com um total de 2-0, dos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2003/04, precisamente pelo Lyon.

• Durante o seu percurso na UEFA Europa League de 2012/13, o Lyon superiorizou-se ao rival basco da Real Sociedad, Athletic Club, na fase de grupos, tendo vencido por 2-1 em casa e por 3-2 em Bilbau.

FC Paços de Ferreira-FC Zenit St Petersburg
• O Zenit nunca venceu em solo português e perdeu as duas últimas eliminatórias a duas mãos frente a conjuntos lusitanos. Os russos foram eliminados no play-off da UEFA Europa League de 2009/10 pelo Nacional da Madeira, tendo perdido por um total de 5-4. Depois, nos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2011/12, caíram aos pés do Benfica por um total de 4-3.

• O Paços estreou-se nas competições europeias na primeira eliminatória da Taça UEFA de 2007/08, tendo perdido por um total de 1-0 com o AZ Alkmaar. O seu único golo nas competições europeias foi suficiente para eliminar o FC Zimbru Chisinau na segunda pré-eliminatória da UEFA Europa League de 2009/10. Seria posteriormente afastado da prova na terceira pré-eliminatória pelo Bnei Yehuda Tel-Aviv FC, por um total de 2-0.

PSV Eindhoven-AC Milan
• O Milan superiorizou-se ao PSV no desempate por golos marcados fora de casa, após um empate 3-3 no total das duas mãos, para as meias-finais da UEFA Champions League de 2004/05. A equipa de Carlo Ancelotti venceu a primeira mão por 2-0, graças a golos de Andriy Shevchenko (42) e Jon Dahl Tomasson (90). Park Ji-Sung (9) – agora novamente no PSV, mas cedido por empréstimo – e Phillip Cocu (65) empataram a eliminatória na segunda mão, mas um golo de Massimo Ambrosini já em período de descontos apurou os Rossoneri para a final, apesar de Cocu ter ainda marcado pelo PSV dirigido por Guus Hiddink instantes antes do apito final.

• Actual treinador do PSV, Cocu também disputou ambas as partidas do reencontro entre as duas equipas na fase de grupos da época seguinte, tendo o conjunto holandês empatado a zero em San Siro antes de vencer perante o seu público por 1-0 – Jefferson Farfán (84) marcou pelo PSV, enquanto o então defesa do Milan e ex-jogador do PSV, Jaap Stam, foi expulso.

FC Viktoria Plzeň-NK Maribor
• O Plzeň venceu todas as dez pré-eliminatórias de acesso à UEFA Champions League, em 2011/12 e esta época, tendo marcado 34 golos.

• Para o Maribor, trata-se da 11ª vez que entra nas rondas de qualificação para a UEFA Champions League, mas somente uma vez logrou o apuramento para a fase de grupos – em 1999/2000.

Jogos de quarta-feira
GNK Dinamo Zagreb-FK Austria Wien
• O recente registo caseiro do Dínamo em eliminatórias é formidável. Incluindo os triunfos desta época por 1-0 sobre o CS Fola Esch e o FC Sheriff, os croatas lograram oito triunfos consecutivos.

• A única eliminatória dos visitantes frente a equipas croatas resultou num empate total de 2-2 frente ao HNK Hajduk Split para a Taça dos Clubes Vencedores de Taças de 1977/78. O Austria levou a melhor no desempate por grandes penalidades.

PFC Ludogorets Razgrad-FC Basel 1893
• Os detentores do título búlgaro haviam disputado apenas uma eliminatória para as provas ad UEFA até esta temporada – que perderam ao oitavo minuto dos descontos da segunda mão da segunda pré-eliminatória para o GNK Dinamo Zagreb, quando se preparavam para festejar um triunfo no desempate por golos marcados fora de casa.

• O único duelo anterior do Basileia frente a adversários búlgaros ocorreu na fase de grupos da UEFA Europa League de 2009/10, quando defrontou o PFC CSKA Sofia e venceu, por 2-0, no mesmo palco onde encontrará agora o Ludogorets, o Natsionalen Stadion Vasil Levski, tendo também ganho por 3-1 em casa.

FC Steaua Bucureşti-Legia Warszawa
• O único duelo a duas mãos do Steaua frente a equipas polacas aconteceu na segunda pré-eliminatória da UEFA Champions League de 2007/08, frente ao Zagłębie Lubin. Dorin Goian marcou o único golo da primeira mão, na Polónia, enquanto Bănel Nicoliţă e Dorel Zaharia apontaram os tentos que permitiram um triunfo por 2-1 em Bucareste, depois de terem estado a perder perante o seu público.

• Desde a sua única presença na fase de grupos da UEFA Champions League, em 1995/96, o Legia esteve por duas vezes perto de repetir a proeza, tendo sido em ambas eliminado na derradeira ronda de apuramento. Primeiro, em 2002/03, pelo FC Barcelona; depois, em 2006/07, pelo FC Shakhtar Donetsk.

FC Schalke 04-PAOK FC
• O novo treinador do PAOK, Huub Stevens, dispensa apresentações em Gelsenkirchen, uma vez ter dirigido o Schalke 04 em duas ocasiões. Na primeira, ganhou a Taça UEFA de 1997, assim como a Taça da Alemanha em 2001 e 2002. A segunda passagem do técnico holandês foi bem mais recente, pois somente terminou em Dezembro passado.

• Foi frente a um adversário grego que o Schalke, com Stevens ao leme, conseguiu a única vitória em casa para as competições europeias da época passada, com Christian Fuchs a apontar o golo solitário do duelo com o Olympiacos FC.

Fenerbahçe SK-Arsenal FC
• O Arsenal saiu vencedor da sua última visita ao Sükrü Saraçoglu Stadium por 5-2, para a fase de grupos da UEFA Champions League de 2008/09 – resultado que terminou com a invencibilidade caseira do Fenerbahçe para as competições europeias, que durava, então, há 15 encontros.

• Os jogadores do Fenerbahçe, Emre Belözoğlu (Newcastle United FC 2005–08), Dirk Kuyt (Liverpool FC 2006–12), Raul Meireles (Liverpool FC 2010–11 e Chelsea FC 2011–12) e Joseph Yobo (Everton FC 2002–10) tiveram todos passagens pelo futebol inglês.