Real Madrid aponta ao objectivo final

Após atingir as meias-finais pela terceira vez seguida, Cristiano Ronaldo destacou a importância do Real Madrid seguir em frente na busca da décima taça da campeão europeu.

Cristiano Ronaldo (esquerda) festeja o primeiro golo pelo Real Madrid em Istambul
Cristiano Ronaldo (esquerda) festeja o primeiro golo pelo Real Madrid em Istambul ©Getty Images

Após atingir as meias-finais da UEFA Champions League pela terceira vez consecutiva mercê da vitória por 5-3 diante do Galatasaray AŞ, Cristiano Ronaldo salientou a importância para o Real Madrid CF que é poder chegar mais além do que em 2011 e 2012 e poder conquistar a sua primeira final desde 2002.        

Houve uma aceitação por partes das hostes do Real Madrid de que o Galatasaray lhes tinha causado muitos problemas durante a segunda mão, derrotando-os por 3-2, mas também um evidente desejo de continuar e ganhar o troféu. “Sabemos que é difícil mas para mim é possível”, disse Ronaldo a cerca da perseguição merengue à conquista da “décima”. Ao marcar dois golos, Ronaldo elevou para 11 o número de concretizações, um recorde para jogadores do Real Madrid na UEFA Champions League.   

Cristiano Ronaldo, avançado do Real Madrid
Aprendemos com os nossos erros; a equipa deu o seu melhor mas, de vez em quando, cometemos erros, acontece, pelo que o melhor foi ter acontecido agora e não numa final. O mais importante é que o Real Madrid está nas meias-finais.

[Ganhar a décima taça europeia] Pode acontecer, trabalhamos para esse objectivo. Queremos conquistar a Champions League e sabendo que é difícil para mim é possível. Temos de continuar pelo que o mais importante é vencer as meias-finais pois queremos estar na final; depois disso tudo pode acontecer. Temos de manter os pés bem assentes no chão pois vamos defrontar uma equipa difícil nas meias-finais. [O outro semifinalista confirmado, o Borussia] Dortmund é uma equipa de que sempre gostei, e uma das que sempre pensei que chegaria longe. Para já estão as duas equipas e vamos esperar para ver quem são os outros dois, mas o mais importante é que nós nos qualificamos.

[Por ter atingido o recorde de 11 golos] Sinto-me contente por isso sendo que o mais importante foi ter ajudado o Real Madrid a alcançar o seu objectivo com os meus golos e as minhas exibições. Estou feliz por entrar na história do clube e por os ter ajudado a chegar às meias-finais.  

Pepe, defesa do Real Madrid
Foi uma segunda parte muito difícil. Não entrámos no jogo tal como havíamos feito na primeira parte, a equipa recuou muito, talvez com um olho na tentativa de matá-los no contra-ataque, mas a coisa mais importante é que conseguimos passar e estamos satisfeitos.