Leonardo destaca espírito de equipa

O treinador do Inter, Leonardo, agradeceu a "sensação fantástica" após o campeão europeu ter ressurgido de forma espectacular e eliminado o Bayern em Munique.

Samuel Eto'o e Goran Pandev (à esquerda) comemoram o terceiro golo
Samuel Eto'o e Goran Pandev (à esquerda) comemoram o terceiro golo ©Getty Images

O treinador do FC Internazionale Milano, Leonardo, agradeceu "por viver esta sensação fantástica", depois da reviravolta emocionante do campeão da UEFA Champions League em casa do FC Bayern München. A defesa de um troféu conquistado precisamente frente à equipa alemã, em Maio passado, parecia em perigo ao intervalo, com o Bayern em vantagem por 3-1 na eliminatória, na Baviera. No entanto, Wesley Sneijder reduziu a diferença, abrindo caminho para o golo da vitória, apontado por Goran Pandev aos 88 minutos. O treinador anfitrião, Louis van Gaal, lamentou o facto de a sua equipa ter "desejado demais".

Louis van Gaal, treinador do Bayern
Quisemos demasiado, o que foi uma pena. Não é a primeira vez que isto acontece: já tinha acontecido quatro ou cinco vezes esta época, em que deixámos escapar um jogo que devíamos ganhar, e hoje repetiu-se. Podíamos ter decidido as coisas mais cedo. Em vez disso, o Inter segue em frente, ainda pode defender o título – mesmo que tenho criado poucas ocasiões de golo, aproveitou as que teve. Existe sempre essa possibilidade no futebol.

Ao intervalo disse à equipa que era preciso mantermo-nos compactos, e mesmo depois disso criámos muitas oportunidades. Houve uma situação em que três jogadores do Bayern surgiram perante um defesa do Inter, e não aproveitámos. Depois disso, devíamos ter permanecido sólidos, mas não conseguimos e criámos problemas para nós. Era a isso que me referia quando os avisei para não quererem demais. Cometemos muitos erros defensivos, sofremos golos muito facilmente.

Os jogadores deram o seu melhor, que é o principal critério para um treinador avaliar se as suas ideias estão a ser bem interpretadas pela equipa. Desfrutaram do jogo, tal como os adeptos, mas agora estamos todos desiludidos, apesar de termos assistido a um excelente espectáculo.

Leonardo, treinador do Inter
É muito complicado explicar este jogo – vencemos, é só o que interessa. Não quero entrar em pormenores técnicos, prefiro focar-me no espírito de sacrifício dos jogadores. Planeámos este jogo muito bem, marcámos logo a abrir e jogámos bem até o Bayern dar a volta ao marcador. Fizeram o segundo e podiam ter sido mais, mas conseguimos reorganizar-nos e realizar uma excelente segunda parte.

Estivemos bem ao manter a posse da bola e esperando pelo melhor momento para atacar. Criámos algumas ocasiões de golo, mesmo que tenhamos arriscado sofrer o contra-golpe. Estou bastante feliz pelo Pandev, que atravessou um período difícil. Tinha sido criticado por ter falhado algumas vezes, mas continuou sempre a trabalhar muito e foi recompensado esta noite. É um grande momento, uma alegria fantástica e só posso agradecer a Deus por me ter deixado viver esta sensação fantástica.

É um resultado histórico, tendo em conta o quão difícil foi o jogo e como o nosso adversário era forte, mas já tínhamos feito algo semelhante no campeonato, recuperando de desvantagem e marcando nos derradeiros minutos. É um sinal de que estes jogadores acreditam na equipa, nunca desistem. O campeão europeu continua de pé.