O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Braga pronto para a estreia

A ansiedade cresce no Braga à medida que se aproxima a hora do primeiro jogo do clube na principal competição europeia de clubes, frente ao Celtic, mas Domingos garante que a equipa está "pronta e muito forte".

O Braga vai procurar ganhar vantagem na partida da primeira mão, no seu terreno, quarta-feira
O Braga vai procurar ganhar vantagem na partida da primeira mão, no seu terreno, quarta-feira ©Getty Images

O Sp. Braga esperou 55 anos por uma oportunidade de sentir o sabor da mais importante competição europeia de clubes e, em vésperas de receber o Celtic FC, na primeira mão da terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League, quarta-feira, o treinador, Domingos Paciência, acredita que os bracarenses estarão à altura da ocasião. "A equipa está pronta e encontra-se muito bem fisicamente", garantiu.

Sob o comando de Domingos, o Braga viveu na última época a sua melhor temporada de sempre na Liga portuguesa, lutando com o Benfica pela discussão do título até à última jornada e terminando no segundo posto, à frente do FC Porto. Duas derrotas nos últimos dois compromissos amigáveis da pré-temporada, frente ao Athletic Club (3-1) e ao Varzim, da segunda divisão (2-0), alimentaram a ideia de que a equipa não se encontra, ainda, no seu melhor, mas o médio argentino Andrés Madrid assegura que, frente ao Celtic, tudo correrá bem. "Não estivemos ao nosso melhor nível, mas estes amigáveis permitem-nos aprender com os erros que cometemos", salientou o centrocampista de 28 anos. "Uma coisa é certa: estamos prontos para defrontar o Celtic. E não temos qualquer ansiedade, embora estejamos cientes da importância do encontro".

A formação bracarense é, talvez, mais conhecida pelo seu famoso estádio, construído para o UEFA EURO 2004, e pela pedreira que ascende por detrás de uma das balizas. Comparado com o Celtic e com o seu ilustre passado, o Braga ostenta apenas no seu palmarés uma Taça de Portugal, mas os recentes bons resultados alcançados nos últimos anos nas provas da UEFA permitem à turma "arsenalista" olhar com confiança para o confronto com os campeões da Europa de 1967. Vencedor da Taça Intertoto em 2008, o Braga atingiu os oitavos-de-final da Taça UEFA em 2006/07 e ultrapassou por mais duas ocasiões a fase de grupos, factos que comprovam a vontade do clube em dar mais um passo em frente na sua história.

Após o final da tão bem-sucedida temporada transacta, o Braga assistiu à saída de jogadores importantes, como o guarda-redes Eduardo, o lateral-esquerdo Evaldo ou o médio Hugo Viana, mas conta com 17 caras novas no plantel. Naturalmente, os novos jogadores necessitam de algum tempo de adaptação e Domingos salienta que "há ainda muito espaço para melhorar". E prosseguiu: "A nossa maior preocupação neste momento é o Celtic, e acredito que a minha equipa se encontra fisicamente muito forte e pronta para a difícil tarefa que tem pela frente".

O ponta-de-lança brasileiro Lima é uma das novas contratações que melhor conta tem dado de si. Proveniente do despromovido Belenenses, apontou cinco golos nos seis primeiros encontros amigáveis que disputou com a camisola do Braga. "Temos pela frente um adversário muito complicado, mas temos qualidade e ambição suficientes para nos apresentarmos em bom plano", afirmou o atacante, de 26 anos. "Pessoalmente, adaptei-me muito bem ao clube e creio que os golos que já apontei o comprovam. Trata-se de uma grande oportunidade para a minha carreira e não a quero desperdiçar".

O presidente do Braga, António Salvador, mostra-se totalmente de acordo. "Estamos concentrados em chegar à fase de grupos da Champions League", destacou. "O dinheiro envolvido é fundamental para que o nosso clube continue a crescer, na tentativa de repetir ou mesmo ultrapassar o sucesso da última temporada".