Serenidade antes da decisão

Thiago Motta garante o Inter não se vai deixar intimidar pelo ambiente de Camp Nou e assegurou que a equipa de José Mourinho "está muito calma", após a vantagem (3-1) conseguida ante o Barcelona.

Thiago Motta conhece bem o ambiente de Camp Nou
Thiago Motta conhece bem o ambiente de Camp Nou ©Getty Images

Alguns observadores consideram que o FC Internazionale Milano já conseguiu o mais difícil quando, na semana passada, na primeira mão das meias-finais da UEFA Champions League, a equipa de José Mourinho esteve a perder com o actual campeão europeu mas empreendeu uma sensacional recuperação e venceu com dois golos de vantagem.

Os "nerazzurri" precisaram de apenas 31 minutos para se tornarem na primeira equipa a marcar três golos ao Barcelona esta temporada e ficaram muito perto de garantir um lugar na final de 22 de Maio. Thiago Motta, que vai defrontar o seu antigo clube na segunda mão marcada para esta quarta-feira, alerta para o facto de ainda nada estar decidido.

"Foi muito importante vencer o Barcelona em San Siro", afirmou o brasileiro. "Mas sabemos que o jogo em Camp Nou vai ser difícil, pois eles são muito fortes em casa. Estamos numa meia-final com o Barcelona e vamos jogar num estádio cheio de adeptos a puxar pela equipa da casa, o que é natural no futebol. Jogar em casa é sempre importante, como se viu em San Siro, em que beneficiámos do apoio dos nossos adeptos”.

"Mas em campo vamos estar 11 contra 11 e a nossa equipa vai dar tudo para estar na final, pois esse é o nosso principal objectivo. Penso que merecemos", salientou. "Se batermos o Barcelona isso significa que estaremos na final, uma final que eu quero alcançar. Vai ser uma enorme satisfação se conseguirmos atingi-la".

Os catalães estão habituados a grandes noites perante os seus adeptos, pois esta época já marcaram quatro ou mais golos por nove vezes em jogos disputados em Camp Nou. Por isso, Motta considera que a equipa italiana tem de conseguir um equilíbrio perfeito entre a defesa da vantagem amealhada e a vontade de fazer um golo que possa decidir a eliminatória.

"Vamos manter o nosso estilo de jogo, que deu bons resultados em San Siro, apesar de a partida de quarta-feira ser, provavelmente, bastante diferente", acrescentou. "Este é o jogo mais importante neste momento. Vamos jogar, como é hábito, futebol de ataque, mas sempre a trabalhar colectivamente para tentar anular os espaços e impedir as iniciativas do Barcelona. Como uma vantagem de 3-1, temos de fazer tudo o que for necessário para garantir o apuramento. Sentimo-nos muito tranquilos e esperamos fazer um grande jogo".

Outro factor de interesse deste encontro é o possível embate entre Diego e Gabriel Milito, no caso de o defesa ser chamado para ocupar a vaga do suspenso Carles Puyol. "Os dois irmãos querem vencer e ambos vão dar o máximo pelas respectivas equipas", acrescentou Motta. "Vai ser um jogo especial para ambos, mas espero que no final seja o Diego a fazer a festa!".

Conteúdos relacionados