Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Viagem a Basileia inspira Barcelona

O clube catalão vai ao encontro das suas origens na partida em que procura alcançar a terceira vitória consecutiva no Grupo C da UEFA Champions League, em casa do Basileia, na quarta-feira.

O inspirado Samuel Eto'o está entre as ameaças que o Basileia vai enfrentar na quarta-feira
O inspirado Samuel Eto'o está entre as ameaças que o Basileia vai enfrentar na quarta-feira ©Getty Images

Ligações a Basileia
Diz-se que o fundador do clube catalão, Joan Gamper, inspirou-se nas cores do Basileia e no respectivo emblema quando criou a identidade do Barcelona, em 1899, depois do imigrante suíço ter representado o clube como jogador. Esta evidência pode ser circunstancial, mas os visitantes sem dúvida que usaram Basileia como rampa de lançamento nos tempos recentes. O Barça ergueu o primeiro troféu europeu oficial no St. Jakob-Park, quando derrotou o Fortuna Düsseldorf, na final da edição de 1978/79 da Taça dos Vencedores das Taças e diz-se que esse sucesso catapultou o emblema catalão para outro patamar competitivo. "Estamos felizes por voltar aqui", disse o treinador Josep Guardiola. "Para as pessoas de Barcelona, esta é uma cidade e um estádio que traz muitas e boas memórias".

Rodar jogadores
O técnico, de 37 anos, está orgulhoso do passado do Barcelona, mas mostra-se mais interessado no futuro. Os críticos têm questionado a constante rotatividade do plantel desde que assumiu o comando da equipa, no Verão, ainda assim, é pouco provável que Guardiola altere a política que já lhe valeu sete vitórias consecutivas, em todas as competições, incluindo triunfos na UEFA Champions League frente ao Sporting e ao FC Shakhtar Donetsk. "Nunca mais vão ver um 'onze' fixo", disse. "Isso passou à história". No entanto, é quase certo que Lionel Messi, Xavi Hernández e Carles Puyol vão recuperar a titularidade, depois da vitória frente ao Athletic Club Bilbao, no domingo, por 1-0, em jogo da Liga espanhola. Entretanto, o defesa-central Rafael Márquez parece estar apto, apesar de ter sofrido um toque nesse jogo, enquanto é provável que Sergio Busquets substitua o lesionado Seydou Keita, sendo preterido o seu compatriota Yaya Touré.

"Noite mágica"
Recuperado o quarto lugar em Espanha, os "blaugrana" depositam confiança no momento de forma do marcador do golo na partida de domingo, Samuel Eto'o, autor de nove golos esta temporada, mas, ainda assim, Guardiola avisou para possíveis relaxamentos. "É típico deste clube subestimar os adversários, mas, a nível europeu, um simples erro pode custar-nos o jogo", disse. "Mesmo assim, uma segunda vitória fora de casa seria um enorme passo rumo à qualificação para a fase seguinte". Tal resultado, por outro lado, significaria o adeus quase definitivo do Basileia à competição, na qual ainda não conseguiu somar qualquer ponto, e que se desloca a Camp Nou daqui a 15 dias. "É óbvio que o Barcelona é favorito, mas não nos vamos preocupar só em defender", prometeu Christian Gross, treinador do Basileia. "Queremos que seja uma noite mágica e, para isso, vamos precisar que os nossos avançados estejam no seu melhor".

Mentalidade ofensiva
Depois de ter perdido com o Sporting e o Shakhtar, Gross tem sido aconselhado a abandonar o seu esquema táctico de referência, o 4-1-4-1, e a adoptar um mais ofensivo 4-4-2, com o recuperado Eren Derdiyok a fazer dupla de ataque com Marco Streller. A dupla alinhou junta no triunfo por 4-1 frente ao FC Bulle, na sexta-feira, em partida referente à Taça da Suíça, naquela que foi a única vitória do Basileia nos últimos quatro jogos. De destacar igualmente o regresso do defesa-central François Marque, após debelar uma lesão na coxa, mas Benjamin Huggel foi poupado. Contudo, os influentes Carlitos, extremo lusitano, e Scott Chipperfield permanecem em dúvida, deixando Gross esperançado em que a atmosfera especial do St. Jakob-Park impulsione a sua equipa. "Os adeptos vão-nos dar apoio tremendo e que mais se pode pedir, enquanto jogador, do que defrontar o Barcelona?".

Topo