O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Luz verde para candidaturas ao EURO

O Comité Executivo da UEFA aprovou os regulamentos das candidaturas à organização da fase final do EURO 2016™, naquela que será a primeira edição de um Campeonato da Europa com 24 selecções.

O Comité Executivo da UEFA esteve reunido, em Nyon, na quinta-feira
O Comité Executivo da UEFA esteve reunido, em Nyon, na quinta-feira ©UEFA.com

O Comité Executivo da UEFA esteve reunido esta quinta-feira em Nyon, onde aprovou os regulamentos das candidaturas à organização da fase final do UEFA EURO 2016™, que será a primeira edição de um Campeonato da Europa com 24 selecções. Desta forma, fica aberto caminho para o início oficial dos processos de candidatura à organização do Europeu.

Três fases
O período de candidaturas está dividido em três fases. Num primeiro momento, a partir da próxima segunda-feira e até 9 de Março de 2009, qualquer uma das 53 federações associadas da UEFA poderá mostrar interesse na organização do evento, junto do organismo responsável pelo futebol europeu. A UEFA poderá depois reduzir a lista a três ou quatro candidaturas. Seguir-se-á a fase de desenvolvimento dos dossiers de candidatura, com a UEFA a definir os pré-requisitos do torneio e o formulário de candidatura, que deverá ser preenchido e devolvido a Nyon até 15 de Fevereiro de 2010.

Fase de avaliação
A terceira fase será de avaliação, com o organismo europeu a realizar visitas oficiais aos diversos candidatos a partir de Março de 2010. A administração da UEFA e especialistas por si escolhidos passarão depois à análise dos diversos dossiers de candidatura, realizando um relatório escrito sobre cada um deles, antes de os entregarem ao Comité das Competições de Selecções da UEFA. A decisão final deverá ser tomada pelo Comité Executivo no final de Maio de 2010.

Candidaturas conjuntas
São permitidas candidaturas conjuntas de duas federações nacionais e em situações excepcionais também poderão ser consideradas as que envolvam três países. "O processo está aberto", declarou o Secretário-Geral da UEFA, David Taylor. "Estamos na fase de emissão dos documentos para os convites formais à participação das federações nacionais no processo de candidatura, transmitindo-lhes também algumas indicações sobre o processo no qual estão a participar", esclareceu Taylor. "Os pré-requisitos detalhados só serão divulgados depois de termos recebido todas as candidaturas. Nesta fase estamos apenas a iniciar o processo e a estabelecer um calendário".

Nove estádios
No que diz respeito ao número de estádios necessário para acolher a fase final, com 24 selecções em 2016, Taylor explicou: "A UEFA é da opinião de que o ideal é cada candidatura apresentar nove estádios". O director de competições da UEFA, Giorgio Marchetti, acrescentou: "Pensamos que nove é um número equilibrado entre as necessidades da organização, da prova e dos países organizadores". O italiano acrescentou que as federações candidatas também podem apresentar uma lista com três estádios de reserva.

Mudanças nas provas femininas
A Taça UEFA Feminina também vai mudar de nome e de formato a partir da época de 2009/10. A prova passará a ser designada UEFA Women's Champions League, com a final a ser decidida num único jogo a disputar na véspera da final da UEFA Champions League, que a partir de 2010 passará a ser disputada ao sábado. A final feminina será jogada na mesma cidade, mas num estádio diferente. A UEFA Women's Champions League terá uma fase eliminatória disputada em mini-torneios, passando depois as equipas aos 16 avos-de-final, seguindo em eliminatória sucessivas até ao grande jogo.

Experiências na arbitragem
O Comité Executivo da UEFA ficou a saber da boa aceitação que teve a experiência com cinco árbitros, que recentemente foi testada nos mini-torneios de apuramento para o Campeonato da Europa de Sub-19, na Hungria, Eslovénia e Chipre. A FIFA irá agora elaborar um relatório para apresentar ao organismo regulador das leis do futebol, o International Football Association Board, na reunião geral anual que irá decorrer na próxima Primavera, na Irlanda do Norte.

Compensação financeira
O Comité Executivo da UEFA também tomou conhecimento que os parceiros de transmissão do UEFA EURO 2008™ aceitaram a compensação financeira oferecida pela UEFA devido à perda de sinal durante a transmissão da meia-final entre a Alemanha e a Turquia. O Comité aprovou a escolha da Dinamarca para organizar a fase final do Campeonato da Europa de Sub-21 de 2011, e decidiu que o Ekaterinburg, da Rússia, irá acolher a "final four" da Taça UEFA de Futsal de 2008/09. Finalmente, Israel irá receber o Congresso da UEFA em 2010.