O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Segurança é fundamental

A UEFA promoveu a discussão sobre a segurança em jogos de futebol durante uma cimeira que decorreu em Amesterdão.

A UEFA, em cooperação com o Centro Holandês de Informação sobre Futebol (CIV), reuniu vários parceiros em Amesterdão para discutir os aspectos de segurança relacionados com os jogos de futebol.

Policiamento de jogos
Na reunião estiveram presentes membros dos governos e das polícias de toda a Europa, responsáveis de segurança da UEFA e federações, bem como os dos clubes que vão participar na edição deste ano da UEFA Champions League. "Esta reunião proporcionou a oportunidade para iniciar o planeamento da segurança nos jogos da fase de grupos da UEFA Champions League, a troca de informações sobre os clubes participantes e a partilha de experiências, destacando as boas práticas e as menos recomendáveis", explicou a UEFA na sexta-feira.

Cooperação próxima
A UEFA insistiu que as medidas de segurança eficientes, no interior e em redor dos estádios, são fundamentais para o bem-estar futuro do futebol. Por este motivo é que se está a tentar que haja uma cooperação próxima entre todas as instituições empenhadas em impedir e combater a violência na modalidade. A reunião de Amesterdão é mais um esforço para garantir a manutenção de um ambiente tranquilo e seguro nos encontros.

Tolerância zero
Na quinta-feira da semana passada, durante o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League, Michel Platini, Presidente da UEFA, reiterou a política de tolerância zero em relação à violência e ao racismo nos estádios. Platini convidou os clubes a colaborarem com a UEFA na implementação de um sistema de assistentes de recintos desportivos qualificados, vulgo "stewards", e a só reconheceram as claques que tenham, claramente, rejeitado a violência e o racismo. "A reunião de Amesterdão serviu para desenvolver a filosofia de cooperação sobre matérias de segurança que são promovidas pelo Presidente da UEFA", explicou a organização responsável pelo futebol europeu.