O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Jorginho e Alexia Putellas eleitos Jogador e Jogadora do Ano da UEFA

Thomas Tuchel e Lluís Cortés ganham o prémio de Treinador do Ano do futebol masculino e feminino.

Jogador do Ano da UEFA

Jorginho, médio do Chelsea FC, foi eleito Jogador do Ano da UEFA de 2021/21. O anúncio foi feito durante o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League de 2021/22, realizado hoje no Centro de Congressos Haliç, em Istambul, na Turquia. O internacional italiano foi um pilar na campanha vitoriosa do seu clube na UEFA Champions League na temporada passada e, sem dúvida, um dos jogadores mais importantes da selecção da Itália vencedora do UEFA EURO 2020.

O júri foi composto pelos 24 treinadores das selecções nacionais que participaram no UEFA EURO 2020 este Verão, bem como pelos 80 treinadores dos clubes que disputaram a fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League de 2020/21. Também fizeram parte do júri 55 jornalistas, um de cada uma das 55 federações-membro da UEFA, escolhidos pelo grupo European Sports Media (ESM).

Jorginho recolheu um total de 175 pontos, com médio belga do Manchester City FC, Kevin De Bruyne (167 pontos), e o internacional francês N’Golo Kanté, do Chelsea FC (160 pontos), a ficarem no segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Numa mensagem gravada em vídeo, Jorginho, de 29 anos, disse:

“Olá a todos! Lamento não poder estar presente neste momento importante, devido às restrições que todos conhecemos. Não posso estar aí, mas queria dizer que estou muito feliz com este prémio."

"Gostaria de agradecer a todas as pessoas que deram a sua contribuição para que isto acontecesse."

"Um grande obrigado de coração a todas as pessoas que me ajudaram neste percurso, à minha família, aos meus amigos, aos adeptos, aos meus colegas de equipa, aos treinadores. Estou muito feliz. Um abraço para todos."

Jogadora do Ano da UEFA

Alexia Putellas foi eleita Jogadora do Ano da UEFA de 2020/21 na mesma cerimónia em Istambul. A centrocampista espanhola conquista este prémio pela primeira vez.

A capitã do FC Barcelona, que ergueu a UEFA Women’s Champions League na temporada passada, obteve um total de 50 pontos numa votação especial com treinadores e jornalistas. A colega de clube e atacante espanhola Jennifer Hermoso ficou em segundo lugar com 42 pontos, enquanto outra jogadora do FC Barcelona e internacional pelos Países Baixos, Lieke Martens, terminou em terceiro com 40 pontos.

O júri foi composto pelos treinadores dos clubes que participaram nos oitavos-de-final da UEFA Women's Champions League de 2020/21, bem como pelos treinadores das 12 equipas mais bem classificadas no mais recente ranking de selecções nacionais femininas da UEFA. Também fizeram parte do júri 20 jornalistas especializados em futebol feminino e escolhidos pelo grupo ESM.

Numa mensagem gravada em vídeo, Putellas, de 27 anos, disse:

"Boa tarde. Estou muito feliz por receber o prémio de Jogadora do Ano da UEFA. Em primeiro lugar, gostaria de agradecer às minhas companheiras e a toda a equipa que permitiu que tivéssemos uma temporada de tanto sucesso."

“Gostaria igualmente de mencionar as restantes nomeadas, em particular a Lieke e o Jenni, com quem partilho este pódio. No fim de contas, foi toda a equipa, todo o clube que ganhou [este prémio]. É um feito enorme que tantas jogadoras do Barça tenham sido nomeadas para estes prémios."

“Também gostaria de agradecer aos adeptos por todo o amor que mostraram para comigo. Vamos em busca de mais! Muito obrigado."

***

Na mesma ocasião, a UEFA homenageou igualmente os treinadores com maior impacto na temporada anterior.

Treinador do Ano do Futebol Masculino da UEFA

Thomas Tuchel, do Chelsea FC, recebeu o prémio de Treinador do Ano do Futebol Masculino de 2020/21 da UEFA. O treinador alemão, que chegou ao clube inglês a meio da temporada e guiou a sua equipa ao segundo título da UEFA Champions League, recebeu um total de 378 pontos numa votação especial com treinadores e jornalistas. O técnico da selecção da Itália, Roberto Mancini, ficou em segundo lugar com 292 pontos, enquanto o treinador do Manchester City FC, Josep Guardiola, foi o terceiro com 198 pontos.

O júri foi composto pelos 24 treinadores das selecções nacionais que participaram no UEFA EURO 2020, bem como pelos 80 treinadores dos clubes que disputaram a fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League de 2020/21. Também fizeram parte do júri 55 jornalistas, um de cada uma das 55 federações-membro da UEFA, escolhidos pelo grupo European Sports Media (ESM).

Numa mensagem gravada vídeo, Tuchel, de 48 anos, disse:

“Lamento não poder comparecer pessoalmente devido a restrições de viagem, mas estamos muito satisfeitos por receber o prémio. Aceito-o em nome de toda a minha equipa."

"Estou muito satisfeito e grato por todos os que nos apoiaram. Espero vê-los em breve, fiquem seguros e tudo de bom."

Treinador do Ano de Futebol Feminino da UEFA

Na mesma ocasião, Lluís Cortés foi eleito Treinador do Ano de Futebol Feminino da UEFA 2020/21. O técnico espanhol, que guiou o FC Barcelona à impressionante conquista da UEFA Women’s Champions League na última época, recebeu um total de 151 pontos, numa votação que envolveu jornalistas e treinadores. A treinadora da equipa feminina do Chelsea FC, Emma Hayes, da Inglaterra, ficou no segundo lugar com 78 pontos, enquanto o seleccionador da Suécia, Peter Gerhardsson, foi terceiro com 37 pontos.

O júri foi composto pelos treinadores dos clubes que participaram nos oitavos-de-final da UEFA Women’s Champions League de 2020/21, bem como pelos técnicos das 12 selecções mais bem classificadas no ranking de selecções nacionais femininas da UEFA e por 20 jornalistas especialistas em futebol feminino, escolhidos pelo grupo ESM.

Numa mensagem gravada em vídeo, Cortés, de 35 anos, afirmou:

"Olá a todos. É uma pena não poder estar convosco em Istambul neste dia tão especial, mas gostaria de agradecer à UEFA e a todos os membros do júri que consideraram que eu merecia este prémio. É uma honra e um prazer. Trabalho no futebol feminino há muitos anos e fico muito feliz por receber este reconhecimento."

"Agradeço também, naturalmente, ao FC Barcelona, desde a direcção a toda o clube, jogadores e funcionários, porque nada disso teria sido possível sem eles. Por fim, gostaria de desejar ao resto das equipas tudo de bom para a próxima época, que tenho certeza de que será muito, muito boa."

Os prémios de Jogador e Treinador do Ano da UEFA reconhecem os melhores jogadores e treinadores, independentemente da sua nacionalidade, que tenham jogado ou treinado uma equipa de futebol no território de uma federação-membro da UEFA. Os prémios são baseados no desempenho de jogadores e treinadores durante a temporada de 2020/21 em todas as competições, tanto nacionais como internacionais, quer a nível de clubes e de selecções nacionais.

***

Jogadores do Ano da UEFA Champions League

Quatro jogadores foram distinguidos como vencedores dos prémios de melhor jogador por posição da UEFA Champions League de 2020/21 durante a cerimónia do sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League de 2021/22 .

O júri destes prémios foi composto pelos treinadores dos 32 clubes que participaram na fase de grupos da UEFA Champions League 2020/21, bem como por 55 jornalistas, um de cada uma das 55 federações- membro da UEFA, escolhidos pelo grupo ESM. O resultado final foi baseado no número total de votos dos treinadores e dos jornalistas.

Edouard Mendy (Senegal, Chelsea FC) foi eleito Guarda-redes da Época da UEFA Champions League, ao totalizar 286 pontos, ficando assim à frente de Ederson (Brasil, Manchester City FC), que somou 154 pontos, e Thibaut Courtois (Bélgica, Real Madrid CF), que obteve 96 pontos.

Rúben Dias (Portugal, Manchester City FC) foi eleito Defesa da Época da UEFA Champions League, com 217 pontos. César Azpilicueta (Espanha, Chelsea FC) terminou com 115 pontos e Antonio Rüdiger (Alemanha, Chelsea FC) ficou em terceiro, com 78 pontos.

N’Golo Kanté (França, Chelsea FC) foi eleito Médio da Época da UEFA Champions League com 263 pontos, enquanto Kevin De Bruyne (Bélgica, Manchester City FC) obteve 197 pontos para terminar em segundo e Jorginho (Itália, Chelsea FC) foi terceiro, com 149 pontos.

Erling Haaland (Noruega, Borussia Dortmund) foi eleito Avançado da Época da UEFA Champions League com um total de 202 pontos. Kylian Mbappé (França, Paris Saint-Germain) foi o segundo com 154 pontos e Robert Lewandowski (Polónia, FC Bayern München) foi terceiro, com 104 pontos.

***

Jogadoras da Época da UEFA Women’s Champions League

Na mesma cerimónia, quatro jogadoras foram coroadas vencedoras dos prémios posicionais da UEFA Women's Champions League.

O júri destes prémios foi composto pelos treinadores dos clubes que participaram nos oitavos-de-final da UEFA Women's Champions League de 2020/21. Vinte jornalistas especializados em futebol feminino e escolhidos pelo grupo ESM fizeram também parte do júri. O resultado final teve como base a pontuação total obtida na votação de treinadores e jornalistas.

Sandra Paños (Spain, FC Barcelona) (Espanha, FC Barcelona) foi coroada Guarda-Redes da Época da UEFA Women’s Champions League, acumulando um total de 95 pontos e terminando à frente de Christiane Endler (Chile, Paris Saint-Germain, actualmente no Olympique Lyonnais), que somou 90 pontos, e Ann-Katrin Berger (Alemanha, Chelsea FC), que teve 60 pontos.

Irene Paredes (Espanha, FC Barcelona) foi eleita Defesa da Época da UEFA Women’s Champions League. Sua companheira de equipa, Mapi León (Espanha, FC Barcelona) terminou em segundo, com 56 pontos, e Magdalena Eriksson (Suécia, Chelsea FC) ficou em terceiro, com 42 pontos.

Alexia Putellas (Espanha, FC Barcelona) foi eleita Centrocampista da UEFA Women’s Champions League, com um total de 78 pontos, enquanto Aitana Bonmatí (Espanha, FC Barcelona) obteve 65 pontos e terminou em segundo lugar e Ji So-yun (República da Coréia, Chelsea FC) ficou em terceiro com 15 pontos.

Jennifer Hermoso (Espanha, FC Barcelona) foi coroada como Avançada da Época da UEFA Women’s Champions League, com um total de 70 pontos. Lieke Martens (Países Baixos, FC Barcelona) ficou em segundo lugar com 42 pontos e Caroline Graham Hansen (Noruega, FC Barcelona) foi terceira com 39 pontos.

Por último, durante a cerimónia de entrega de prémios, a equipa médica que salvou a vida do jogador dinamarquês Christian Eriksen no UEFA EURO 2020, e o capitão da selecção da Dinamarca, Simon Kjær, foram os destinatários do Prémio Presidente da UEFA de 2021.