Comunicado do Secretário-Geral da UEFA Gianni Infantino

Gianni Infantino, actual Secretário-Geral da UEFA, emitiu um comunicado sobre a decisão de avançar como candidato à próxima eleição presidencial na FIFA.

Gianni Infantino, secretário-geral da UEFA
Gianni Infantino, secretário-geral da UEFA ©UEFA

"Posso confirmar que, na sequência da decisão do Comité Executivo da UEFA, apresentei hoje a minha candidatura, com as necessárias declarações de apoio, para me tornar no próximo presidente da FIFA."

"Durante o tempo ligado ao futebol sempre trabalhei arduamente para servir os melhores interesses do nosso fantástico desporto e apoiei os princípios da boa governação e genuína integridade. Estou muito orgulhoso de tudo o que conseguimos na UEFA e da forma como nos comportámos como organismo. Os valores essenciais da UEFA são partilhados por muitos na família do futebol mundial.”

"Irei, na devida altura, explicar o meu projecto de forma detalhada num manifesto que abordará os desafios e oportunidades que temos pela frente. Será baseado na necessidade de uma reforma e de que a FIFA sirva verdadeiramente os interesses de todas as 209 federações nacionais que a integram, grandes ou pequenas, e que coloque o futebol e o desenvolvimento do futebol no topo da sua agenda.”

"Se for eleito, liderarei essa mudança em parceria com todos os que querem ver uma FIFA digna de gerir o desporto número um mundial com dignidade e respeito.”

"Sinto-me humilde e honrado por participar nesta eleição com a visão de uma FIFA renovada, a servir o futebol e todos os seus parceiros, e com o forte apoio de tantos amigos e colegas."

Topo