O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

A mão amiga da FPF na luta contra a COVID-19

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) está a ajudar as autoridades de saúde locais, disponibilizando instalações e funcionários para enfrentar o momento de crise da COVID-19 no país.

A FPF está a prestar assistência importante às autoridades de saúde portuguesas neste momento de crise
A FPF está a prestar assistência importante às autoridades de saúde portuguesas neste momento de crise FPF

O futebol europeu tem usado o seu poder na sociedade para mostrar solidariedade e unidade nestes tempos desafiantes e sem precedentes desde a eclosão mundial da pandemia da COVID-19, lançando várias campanhas e iniciativas para enfrentar o impacto do vírus.

Numa altura em que Portugal tem registado números recordes de casos e mortes por COVID e entrou num novo período de confinamento geral, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) dá o exemplo e demonstra como as federações nacionais de futebol podem ajudar a população do seu país.

A Casa dos Atletas na Cidade do Futebol, em Oeiras
A Casa dos Atletas na Cidade do Futebol, em OeirasFPF

Hospital de retaguarda

A FPF transformou a Casa dos Atletas, situada na Cidade do Futebol, em Oeiras, nos arredores de Lisboa, num hospital de apoio a doentes menos graves, mas que necessitam de vigilância médica, numa medida para ajudar os hospitais locais a lidarem melhor com o enorme aumento de doentes que precisam de tratamento.

Para tal, foram disponibilizados 50 quartos para receber pacientes. A coordenação médica e operacional é inteiramente gerida pelas autoridades de saúde locais, cabendo à FPF assegurar o fornecimento de alimentos e serviços de limpeza.

A Casa dos Atletas – um "hotel" inaugurado em Agosto de 2020 – tem quatro andares, ocupa uma área de pouco mais de 3600 metros quadrados e é habitualmente utilizada por todas as selecções de futebol e futsal masculina e feminina de Portugal. As instalações funcionam como um dos dois hospitais de campanha construídos em Lisboa – o outro fica no Estádio Universitário, bem perto do Estádio José Alvalade, o recinto do Sporting.

Os primeiros pacientes deram entrada no dia 21 de Janeiro e a FPF baptizou-os de "novos heróis da Casa dos Atletas", acrescentando, na nota emitida no seu "site" oficial, que "o simbolismo destes momentos tem sido assinalado através da oferta de uma camisola da Selecção Nacional com o nome de cada herói destas histórias."

Imagem de um quarto na Casa dos Atletas
Imagem de um quarto na Casa dos AtletasFPF

"A FPF desde a primeira hora abraçou a missão de tudo fazer para poder minorar os efeitos da pandemia", afirmou ao UEFA.com o presidente da FPF e vice-presidente da UEFA, Fernando Gomes. "Confrontados com as dificuldades extremas que o Serviço Nacional de Saúde está a enfrentar para poder tratar todos os doentes com COVID-19, disponibilizámos a nossa Casa dos Atletas para instalar um hospital de retaguarda sob a direcção das autoridades sanitárias. Ele já está em funcionamento e permite, dentro das suas limitações, aliviar a sobrecarga do sistema e dar algum conforto aos nossos pacientes."

"A FPF continuará a ajudar todos os portugueses a ultrapassar este momento tão difícil da nossa vida“, acrescentou.

Funcionários da FPF ajudam nos rastreios

Além desta atitude a todos os títulos louvável, a FPF tomou igualmente outras medidas importantes de solidariedade para ajudar a enfrentar a pandemia. Por iniciativa da Direcção da FPF, 70 funcionários passaram a integrar as equipas de rastreio e inquérito epidemiológico, também sob os auspícios das autoridades de saúde locais.

Após passarem por uma formação rápida, os colaboradores da FPF, oriundos de todos os departamentos, dedicam até quatro horas por dia de trabalho voluntário no combate à luta contra os graves efeitos da pandemia em Portugal.

"A FPF está segura de que esta decisão honra a sua história secular e deixa orgulhosos todos aqueles que vestem ou já vestiram a camisola das Selecções Nacionais", pode ler-se no comunicado inicial da FPF sobre a iniciativa.