O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Distribuição de receitas da UEFA Europa League

A UEFA divulgou detalhes sobre a receita esperada para a próxima edição da UEFA Europa League, bem como a forma como será distribuída aos clubes participantes.

A receita comercial bruta da edição 2012/13 da UEFA Europa League é estimada em cerca de 225 milhões de euros
A receita comercial bruta da edição 2012/13 da UEFA Europa League é estimada em cerca de 225 milhões de euros ©Sportsfile

A UEFA divulgou detalhes sobre a receita esperada para a edição desta época da UEFA Europa League.

Baseada nas vendas comerciais até ao momento, a receita comercial bruta da edição 2012/13 da UEFA Europa League é estimada em cerca de 225 milhões de euros. Cerca de 75 por cento da receita bruta dos direitos media e contratos comerciais vai directamente para os clubes envolvidos, da fase de grupos em diante. Os restantes 25 por cento são reservados ao futebol europeu e permanecem na UEFA, de modo a cobrir custos organizativos e administrativos.

Baseado no resultado bruto de 225 milhões de euros, a quota para distribuição aos clubes vai ascender até 168.75 milhões de euros. Para além disso, o Comité Executivo da UEFA aprovou mais uma contribuição, no valor de 40 milhões, para partilhar entre os clubes da UEFA Europa League, com o financiamento a provir dos clubes da UEFA Champions League e das receitas da UEFA – o que significa um total líquido de 208,75 milhões.

A quantia líquida disponível para os clubes participantes vai ser dividida – 125,25 milhões em pagamentos fixos e 83,5 milhões em montantes variáveis (quota de mercado), que vai ser distribuída de acordo com o valor proporcional de cada mercado televisivo representado pelos clubes que participam na UEFA Europa League (da fase de grupos em diante).

Cada um dos 48 clubes que participam na fase de grupos podem esperar receber, só pela participação, 1,3 milhões. Também existirão bónus de desempenho, no valor de 200 mil euros, por cada vitória, e 100 mil euros, por cada empate, na fase de grupos. Para além disso, vão ser atribuídos bónus de qualificação às equipas que se apurem para os 16 avos-de-final: os 12 vencedores dos grupos recebem mais 400 mil euros, cabendo aos segundos classificados 200 mil euros.

Em relação à fase a eliminar, as equipas participantes vão receber 200 mil euros nos 16 avos-de-final, 350 mil euros nos oitavos-de-final, 450 mil euros nos quartos-de-final e um milhão nas meias-finais. O vencedor da UEFA Europa League soma mais cinco milhões, cabendo ao finalista-vencido 2,5 milhões.

No máximo, uma equipa pode receber 9,9 milhões na competição – sem contar com a partilha das receitas relativas à quota de mercado.

Cada clube que participe na primeira e/ou segunda e/ou terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League vai receber 100 mil euros por eliminatória, mesmo que não se apure para a fase de grupos da UEFA Europa League. Para além disso, cada equipa eliminada no "play-off" da UEFA Europa League terá direito a 100 mil euros.