Portugal eufórico com vitória "justíssima"

Seleccionador e jogadores não esconderam a sua euforia depois de Portugal ter conquistado o seu primeiro título de campeão europeu de futsal, com Jorge Braz a falar "num dos dias mais felizes da sua vida" e Ricardinho e André Sousa a destacarem a justiça do triunfo.

Ocorreu um erro durante a reprodução do vídeo

message

Próximo vídeo

Portugal sagrou-se pela primeira vez campeão da Europa ao bater a Espanha por 3-2, após prolongamento, na final do UEFA Futsal EURO 2018 e a euforia era evidente entre a comitiva portuguesa.

Erguido o troféu, o seleccionador Jorge Braz referiu que havia entre os jogadores "uma forte convicção" de que a vitória lhes iria sorrir e fez questão de dizer que estava a viver um dos dias mais felizes da sua vida. Já o capitão Ricardinho, que se lesionou pouco antes de Bruno Coelho apontar o golo decisivo, afirmou que "Portugal está agora no lugar em que deveria estar há mais tempo", enquanto o guarda-redes André Sousa frisou que o conjunto nacional foi "um justíssimo vencedor, depois de cinco jogo fantásticos".

Jorge Braz, seleccionador de Portugal
Toda a gente estava com a convicção de que iríamos conseguir ganhar. Sabíamos muito bem o que queríamos e lutámos por isso. Estávamos a sentir isso e, ao intervalo, sentimos que a vitória ia cair para nós, apesar das dificuldades que estávamos a sentir.

É um dos dias mais felizes da minha vida. É o reconhecimento desta seleção. O caminho é este e sabíamos que, mais tarde ou mais cedo, iríamos conseguir uma vitória como esta. Tinha de cair para nós. Caiu agora e estamos muito felizes.

Ricardinho, capitão de Portugal
Portugal está no lugar em que deveria estar há mais tempo, é o melhor da Europa. Tinha dito que andava a treinar no ginásio para levantar o troféu. Merecemos. Era um título que me faltava e sentia que os meus companheiros também me queriam dar. É bonito ver os meus companheiros a falarem comigo depois desta conquista. Agora só me falta um Mundial.

As pessoas têm sempre a dúvida se Portugal é só o Ricardinho e estes meus companheiros foram incríveis, deram todos um passo à frente e mostraram toda a sua qualidade.

André Sousa, guarda-redes de Portugal
Ainda nem estamos a acreditar no que estamos a viver. Portugal sai daqui como um justíssimo vencedor, depois de cinco jogo fantásticos. Somos campeões da Europa. Sentimos uma energia muito positiva a vir de Portugal. Isso sente-se dentro de campo e a vitória só poderia sair para nós.

Com uma mescla de jogadores novos, irreverentes, e outros mais experientes, fizemos um coletivo muito forte e isso ficou provado neste Europeu.

Topo