O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Quartos-de-final: Rússia - Cazaquistão, Azerbaijão - Itália

O treinador do Azerbaijão afirmou saber tudo da Rússia enquanto a campeã Itália enfrenta o estreante Cazaquistão, cujas estratégias incomuns fazem dele uma força a ter em conta.

Higuita, guarda-redes do Cazaquistão
Higuita, guarda-redes do Cazaquistão ©Sportsfile

Na Terça-feira, nos quartos-de-final do UEFA Futsal EURO 2016, o seleccionador do Azerbaijão vai ficar a saber tudo sobre a Rússia enquanto a campeã Itália defronta o estreante Cazaquistão, cuja abordagem ousada faz desta equipa uma força a ter em conta.

RESULTADOS DOS QUARTOS-DE-FINAL, SEGUNDA-FEIRA 
Sérvia 2-1 Ucrânia
Os anfitriões marcaram a 0,3 segundos do fim e garantiram pela primeira vez a presença numa meia-final.

Portugal 2-6 Espanha 
Ricardinho voltou a marcar outro golo sensacional mas a Espanha foi mais forte.

QUARTOS-DE-FINAL, TERÇA-FEIRA

  • Rússia - Azerbaijão (17.30)

O único duelo anterior entre as duas selecções no UEFA Futsal EURO foi na qualificação para 2004, vencido pela Rússia por 5-0 sobre uma equipa do Azerbaijão ainda à procura de afirmação na modalidade. Contudo, há muitos pontos comuns graças à presença de Tino Pérez como seleccionador azeri; o técnico esteve no comando técnico dos russos do FC Dynamo quando estes conquistaram mais títulos e atingiu duas fases finais da UEFA Futsal Cup. Os jogadores da Rússia, Gustavo, Rómulo e Sergei Sergeev foram alguns dos jogadores treinados por Pérez no Dynamo, sendo que o resto da equipa é também bem conhecida por ele.

Jogador a seguir: Amadeu (Azerbaijão) – De regresso após a expulsão contra a Itália o ter deixado de fora frene à República Checa é uma opção extra fundamental no ataque do Azerbaijão.

Número chave: 6 – Tendo ficando em branco diante da Itália, foram seis os jogadores do Azerbaijão que fizeram golos aos checos, incluindo o de Rafael, a 40 segundos do fim.

Azerbaijão 6-5 República Checa
Azerbaijão 6-5 República Checa

Faustino Pérez, seleccionador do Azerbaijão: “Veremos agora frente à Rússia se seremos capazes de melhorar o nosso nível. Espero que o facto de irmos jogar nos quartos-de-final nos traga um pouco mais de energia extra e confiança. Conheço muito bem esta equipa da Rússia porque treinei vários dos seus jogadores mas o mesmo se aplica a eles, que me conhecem muito bem”. 

  • Cazaquistão - Itália (20.00)

É o encontro entre o estreante em fases finais e a actual campeã, a Itália, e promoverá um fascinante contraste de estilos de jogo. O seleccionador do Cazaquistão, Cacau utilizou o mesmo esquema táctico que lhe permitiu levar o Kairat Almaty a duas conquistas, em três anos, na UEFA Futsal Cup, enquanto a acção do guarda-redes Higuita força o domínio na posse de bola; entretanto, a Itália conseguiu ser a única selecção a não sofrer golos nas duas partidas e lidera nos marcadores com dez golos apontados, goleando no domingo a República Checa por 7-0.  

Itália marca sete
Itália marca sete

Jogador a seguir: Gabriel Lima (Itália) – Alessandro Patias esteve em foco diante do Azerbaijão, com um soberbo golo de calcanhar, mas foi o capitão Lima que mostrou ser fulcral para a Itália, como sucedeu há dois anos em Antuérpia.

Número chave: 7 – A Itália bateu o Cazaquistão por 7-0 no único jogo anterior entre ambas, na qualificação para o Campeonato do Mundo de 2008, em Pescara; Dinmukhambet Suleimenov, do Cazaquistão, é o único jogador que resta dessa partida.

Cacau, seleccionador do Cazaquistão: “A Itália é tecnicamente muito forte e muito perigosa nas bolas paradas. Os seus dois homens da frente, Patias e Fortino, seguram muito bem a bola e é muito difícil defender essas situações.”

Roberto Menichelli, seleccionador da Itália: O Cazaquistão joga de uma forma muito característica, vai ser um jogo difícil. Podemos até dizer que não será um jogo de futebol muito convencional. Uma equipa joga com quatro [de fora] e a outra com cinco.”

MEIAS-FINAIS NA QUINTA-FEIRA

Meia-final 1: Sérvia/Ucrânia - Rússia/Azerbaijão (17.30)
Meia-final 2: Portugal/Espanha - Cazaquistão/Itália (20.00)

FINAL NO SÁBADO

Apuramento do terceiro e quarto lugares (17.30)
Final (20.00)

Veja agora ...

O assombroso golo de calcanhar de Alessandro Patias

Watch outrageous futsal back-heel goal
Watch outrageous futsal back-heel goal