O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Romulo faz a diferença e embala russos

Rússia 2-1 Cazaquistão
Os estreantes cazaques colocaram muitos problemas a uma equipa russa que acabou por garantir o mais importante.

Romulo fez dois golos brilhantes seguidos na vitória da Rússia sobre o Cazaquistão, por 2-1: veja o resumo.
Watch Romulo's stunning strikes
  • Crónica candidata, Rússia bate estreante Cazaquistão por 2-1 no Grupo C
  • Romulo bisa e invalida o tento de honra cazaque, apontado por Zhamankulov
  • Veja o resumo do jogo a partir das 23h00
  • Próximos jogos do Grupo C: Cazaquistão - Croácia (sexta-feira), Croácia - Rússia (domingo)

A Rússia entrou da melhor forma no Grupo C do UEFA Futsal EURO 2016, ao derrotar o estreante Cazaquistão, por 2-1, na Arena Belgrade.

Apesar de estar a fazer o seu primeiro jogo na mais importante competição de selecções da Europa e de defrontar uma das grandes candidatas à vitória no torneio, o Cazaquistão entrou muito bem no encontro e Douglas acertou mesmo com estrondo na trave. Contudo, dois potentes remates de Romulo no espaço de 27 segundos permitiram aos russos ganharem uma importante vantagem de dois golos.

O guarda-redes cazaque Higuita, conhecido pela sua excelente técnica individual e propensão para marcar golos, voltou a fazer das suas pouco depois e esteve na origem do 2-1, com o seu disparo de longa distância a ser desviado à boca da baliza por Zhamankulov. O equilíbrio foi a nota dominante na etapa complementar, com a pressão final cazaque a não render frutos.

A chave
Os dois golos de Romulo revelaram-se, como não poderia deixar de ser, preponderantes, mas acabou por ser a maior experiência e frieza russas a fazerem a diferença, isto perante um adversário que nunca baixou os braços e que mostrou que deverá ser tido em conta no futuro na hora das grandes decisões.

Higuita ao ataque
Quem viu o Kairat Almaty conquistar a UEFA Futsal Cup em 2013 e em 2015 estará bem ciente da importância do guarda-redes Higuita no seu jogo ofensivo, sendo que o mesmo se passa na selecção, actuando como quinto jogador de campo sempre que o Cazaquistão estava na posse da bola. Contudo, a Rússia revelou-se demasiado bem organizada para permitir ao adversário beneficiar dessa táctica.

Autêntica final para o Cazaquistão
O desaire desta quarta-feira obriga o Cazaquistão a uma resposta à altura perante a Croácia, naquela que será uma autêntica final para o conjunto orientado por Cacau tendo em vista o apuramento para os quartos-de-final. Se repetida, a boa imagem deixada na estreia poderá ser suficiente para garantir tal objectivo.

Reacções:  
Sergei Skorovich, seleccionador da Rússia
A qualidade do nosso jogo no arranque do encontro não foi a melhor, uma vez que perdemos muitas vezes a posse de bola quando pressionados. Foi preciso algum tempo para acalmarmos e jogarmos aquilo que sabemos. Os nossos golos foram realmente muito bons e não falo apenas das finalizações do Romulo, pois o Dmitry Lyskov foi o autor das duas assistências.

Cacau, seleccionador do Cazaquistão  
Este foi um dia grande para o futsal do Cazaquistão e eu quero agradecer a todos aqueles que nos ajudaram a chegar a este EURO. O Douglas, o Leo e o Higuita tiveram todos lesões e isso tornou tudo mais difícil. Queria jogar cinco contra quatro [com Higuita subido no terreno] e eu venci duas edições da UEFA Futsal Cup com o Kairat usando essa táctica, mas com as lesões era demasiado difícil.