O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Estreante desafia Rússia, Itália começa defesa do troféu

Segunda classificada nas últimas duas edições do EURO Futsal, a Rússia inicia a participação ante o estreante Cazaquistão, antes da Itália começar a defesa do título com o Azerbaijão.

Poderá o capitão do Azerbaijão, Rizvan Farzaliyev, roubar o troféu ao italiano Gabriel Lima?
Poderá o capitão do Azerbaijão, Rizvan Farzaliyev, roubar o troféu ao italiano Gabriel Lima? ©Sportsfile

Segunda classificada nos últimos dois UEFA Futsal EURO, a Rússia inicia a participação frente ao estreante Cazaquistão, antes de Itália começar a defesa do título ante o Azerbaijão, no segundo dia de jogos na Arena Belgrado.

JOGOS DE QUARTA-FEIRA

A Rússia é, em teoria, a grande favorita ante a única formação que se estreia numa fase final, o Cazaquistão. Mas a força dos cazaques vem do Kairat Almaty, vencedor de duas das últimas três edições da Taça UEFA Futsal, em ambas as ocasiões frente a emblemas russos.

Veja: Kairat bate Barcelona na final
Veja: Kairat bate Barcelona na final

O Kairat fornece oito dos 14 jogadores do Cazaquistão, para além de Cacau, que orienta clube e selecção. Mas a Rússia continua a ser uma das favoritas ao título, graças à espectacular capacidade concretizadora de Eder Lima, ao talento de Vladislav Shayakhmetov e à segurança do guarda-redes Gustavo.

Jogador a seguir: Higuita (Cazaquistão) – o carismático guarda-redes do Kairat é não só difícil de bater mas também completo como jogador mais avançado e capaz de marcar golos importantes.

Número-chave: 1 – este é o primeiro jogo disputado por qualquer selecção sénior do Cazaquistão em fases finais de selecções da UEFA.

Diz-se que o primeiro jogo em qualquer fase final é o mais importante, embora para Itália não tenha sido o caso em 2014, pois perdeu surpreendentemente com a Eslovénia e precisou de ganhar ao Azerbaijão para iniciar a caminhada rumo à conquista do segundo título europeu. Doze dos 14 elementos que estiveram em prova há dois anos regressam às escolhas, sob o comando de Roberto Menichelli, que promoveu as chamadas de Mauro Canal e Alessandro Patías, do Benfica, para dar ainda mais talento ao seu conjunto.

Por seu turno, o Azerbaijão atingiu as meias-finais na estreia em 2010, mas nos dois últimos torneios ficou-se pela fase de grupos, principalmente devido a questões defensivas.

Jogador a seguir: Vitaliy Borisov (Azerbaijão) – caso o Azerbaijão queira surpreender os actuais campeões, vai precisar da liderança e dos golos de Borisov.

Número-chave: 7 – a vitória de Itália por 7-0 frente ao Azerbaijão na fase de grupos de 2014 colocou os "azzurri" no caminho do título e eliminou o seu adversário, que precisava apenas de um empate.

JOGOS DE QUINTA-FEIRA

Grupo A: Eslovénia - Portugal (17h30)
Portugal, que tem o importante pivot Cardinal suspenso para a fase de grupos, mas tem Ricardinho presente e disponível, defronta uma equipa da Eslovénia acabada de perder frente à anfitriã Sérvia no jogo de abertura.

Grupo B: Hungria - Ucrânia (20h00)
As caminhadas da Ucrânia até às finais de 2001 e 2003 são já longínquas, mas continua a ser difícil de bater. A Hungria começou na terça-feira com derrota ante a Espanha.

Veja...

Recordar o Antuérpia 2014

Highlights: Futsal EURO showreel
Highlights: Futsal EURO showreel