O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Quarteto apurado para a fase final

O alinhamento do UEFA EURO Futsal 2014 ficou completo numa noite de emoção no "play-off": Ucrânia e Holanda apuraram-se à justa, Roménia e Croácia não tiveram dificuldades.

A Holanda apurou-se a 78 segundos do fim do seu jogo
A Holanda apurou-se a 78 segundos do fim do seu jogo ©Fedja Krvavac

O alinhamento do UEFA Futsal EURO 2014 ficou completo numa noite de emoção no "play-off", já que Ucrânia e Holanda apuraram-se à justa, enquanto Roménia e Croácia tiveram menos dificuldades.

Oito equipas já tinham garantido a sua presença na fase final, que decorre em Antuérpia entre 28 de Janeiro e 8 de Fevereiro: a anfitriã Bélgica, a campeã Espanha e os restantes vencedores da Fase de qualificação, realizada em Março, Itália, Rússia, Eslovénia, Portugal, Azerbaijão e República Checa. O sorteio da fase final está marcado para 4 de Outubro, com transmissão em directo desde Antuérpia no UEFA.com, e os cabeças-de-série serão confirmados na quarta-feira.

Hungria 5-4 Ucrânia (total: 6-6, a Ucrânia apurada graças aos golos fora)
A Ucrânia apurou-se para a sua sétima fase final consecutiva, mas apenas após sofrer um verdadeiro susto por parte da Hungria, em Gyongyos. O conjunto magiar ficou em vantagem nos golos fora com o remate madrugador de Norbert Lovas a ser desviado para o fundo das redes, mas rapidamente a Ucrânia virou esse critério a seu favor, de forma idêntica, por intermédio de Mykola Bilotserkivets. Andriy Simka, dos visitantes, foi expulso no início da segunda parte, mercê de dois cartões amarelos, mas Bilotserkivets imediatamente marcou para a formação de leste, agora reduzida a quatro jogadores.

Já com a selecção ucraniana, Zoltán Dróth, de cabeça, recolocou a Hungria na luta pelo resultado, mas golos de Yevgen Valyenko e de Denys Ovsiannikov, este num remate de longe e com a baliza deserta, deixaram a equipa da casa a precisar de quatro golos para seguir em frente. Impulsionados pelo apoio fervoroso do público, quase conseguiram, já que a menos de três minutos do fim, o remate de 20 metros de Gábor Kun acertou no alvo, Ákos Harnisch encostou à boca da baliza e Dróth disparou de forma indefensável ao ângulo. Dessa forma, os últimos 40 segundos foram tensos e emocionantes, mas a Ucrânia, duas vezes finalista vencida, aguentou as investidas e qualificou-se graças ao maior número de golos marcados fora.

Holanda 2-1 Bósnia-Herzegovina (total: 4-4, a Holanda apurada graças aos golos fora)
Registou-se idêntico final emocionante em Almere, com a Holanda a apurar-se pela primeira vez para o torneio desde 2005, o jejum mais prolongado de entre os 12 finalistas. Em desvantagem por 2-1 desde a primeira mão, a selecção "laranja" colocou-se em vantagem na eliminatória logo aos oito minutos, com um tento de Najib El Allouchi.

Aos oito minutos da etapa complementar, Anel Radmilović marcou para os forasteiros, que então ficaram mais próximos de serem a primeira equipa do país a apurar-se para a fase final de um torneio da UEFA. No entanto, a apenas 78 segundos do fim, Mohamed Attaibi operou nova reviravolta, e ao contrário do que tinha acontecido no primeiro jogo, quando a Bósnia-Herzegovina respondeu rapidamente a um golo tardio da Holanda, desta feita o resultado final estava decidido.

Sérvia 2-7 Roménia (total: 3-9)
À partida, o segundo encontro entre dois dos semifinalistas da edição de 2012 parecia destinado a ser renhido, mas ao invés transformou-se num triunfo sensacional em Belgrado, para uma equipa orientada por Nelu Stancea, antigo adjunto de Sito Rivera, que rumou à Hungria antes do início do "play-off". Florin Matei marcou cedo para a Roménia, mas antes do intervalo a Sérvia continuava a parecer a equipa mais forte.

No entanto, Marian Șotărcă facturou no final da primeira parte e a equipa da casa desintegrou-se rapidamente. Șotărcă viria a apontar quatro golos e Matei completou um "hat-trick". O próximo jogo da Sérvia nesta competição também é em Belgrado, já que a capital sérvia vai receber a fase final de 2016.

Croácia 4-0 Eslováquia (total: 7-1)
Única equipa anfitriã da noite de terça-feira a liderar a eliminatória, a Croácia não teve dificuldades e vai tentar imitar o feito de 2012, quando alcançou as meias-finais, na prova realizada em solo croata. A Eslováquia, tal como a Bósnia-Herzegovina, esperava estrear-se na fase final, mas após o golo de Franko Jelovčić, aos cinco minutos, isso nunca pareceu provável.

Mesmo a expulsão de Jakov Grcić, no final da primeira parte, não perturbou o apuramento da Croácia, já que Jelovčić viria a completar um "hat-trick", enquanto o emblemático Dario Marinović também marcou. Esta é a primeira vez desde 2001 que a Croácia passou a fase de qualificação, depois de no ano passado ter sido apurada automaticamente.