O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Selecções apontam à Croácia

Portugal, vice-campeão da Europa, Espanha, detentora do título, Itália e Rússia, antigas vencedoras da prova, estão entre as 24 selecções em luta pela presença na Croácia em 2012.

Os seleccionadores José Venancio López (Espanha) e Roberto Menichelli (Itália)
Os seleccionadores José Venancio López (Espanha) e Roberto Menichelli (Itália) ©Cassella/Divisione Calcio a 5

O alinhamento para a fase final do Campeonato da Europa de Futsal de 2012, que decorrerá no início do próximo ano, na Croácia, ficará definido ao longo da próxima semana, quando tiverem lugar os jogos dos grupos da Fase de qualificação.

Ao todo serão seis mini-torneios de grupos de quatro selecções, disputados entre quinta-feira e domingo no Azerbaijão, na Holanda, na Polónia, na Roménia, na Ucrânia e na Eslovénia. Os vencedores de cada um dos grupos, juntamente com os cinco melhores segundos classificados, juntam-se à anfitriã Croácia no sorteio da fase final da prova, marcado para 9 de Setembro, em Zagreb. Cada um dos agrupamentos integra uma das equipas vencedoras da Fase preliminar.

Portugal, finalista vencido da última edição da prova, vai disputar o Grupo 3, na Polónia. Agora sob as ordens de Jorge Braz, a selecção portuguesa terá, talvez, como principal adversário a Bielorrússia, que em 2010 se estreou em fases finais e empatou 5-5 com Portugal num jogo emocionante. A República Checa, terceira classificada nessa mesma edição, terá pela frente uma tarefa complicada no Grupo 4, no qual medirá forças com a anfitriã Roménia, que marcou presença na fase final em 2007, a Eslováquia e a Noruega, equipa que esteve em grande plano na Fase preliminar, com três vitórias em três jogos na primeira participação num torneio de futsal.

A campeã europeia Espanha, por seu lado, parte em busca do seu quarto título continental consecutivo, mas não terá tarefa fácil no Grupo 1 desta fase de qualificação, acolhido pelo Azerbaijão, semifinalista em Janeiro passado, na Hungria, na primeira presença em fases finais. Ainda assim, apesar não ter já à sua disposição estrelas como Javi Rodríguez e Daniel, Espanha conta ainda com jogadores como Luis Amado e Kike e com uma série de novos talentos, como Pola, prontos para manter a selecção "roja" na senda das vitórias, num grupo do qual também fazem parte França e Cazaquistão, para além do Azerbaijão.

Apenas dois outros países, para além da Espanha, conseguiram sagrar-se campeões da Europa e ambos querem ir além dos quartos-de-final, fase pela qual se quedaram no derradeiro torneio. Primeiro, porém, terão de ultrapassar a Fase de qualificação. A Rússia, campeã em 2001, terá a missão mais complicada no Grupo 2, frente à Sérvia, que a derrotou por 4-3 na fase de grupos em 2010, e ante a anfitriã Holanda, que tenta o regresso às fases finais após sete anos de ausência. A Itália, vencedora em 2003, viaja até à Eslovénia, onde medirá forças com a Bósnia e Herzegovina e a Letónia, para além do conjunto anfitrião.

O agrupamento mais equilibrado talvez seja o Grupo 5, no qual se encontram três selecções presentes na fase final em 2010. A anfitriã Ucrânia é a que ostenta maior palmarés, tendo sido finalista vencida por duas vezes sob as ordens de Gennadiy Lysenchuk, há muito no comando da selecção do seu país, mas terá forte oposição de Hungria e Bélgica, bem como da Turquia, relativamente jovem nestas andanças, mas bastante ambiciosa.

Sorteio da Fase de qualificação
Grupo 1: Espanha, Azerbaijão (anfitriã), Cazaquistão, França*
Grupo 2: Rússia, Sérvia, Holanda (anfitriã), Finlândia*
Grupo 3: Portugal, Bielorrússia, Polónia (anfitriã), FYROM*
Grupo 4: República Checa, Roménia (anfitriã), Eslováquia, Noruega*
Grupo 5: Ucrânia (anfitriã), Hungria, Bélgica, Turquia*
Grupo 6: Itália, Eslovénia (anfitriã), Bósnia, Letónia*

*Vencedores da Fase preliminar