Mundial 2018: Portugal empata com Irão e segue para os oitavos

Portugal empatou 1-1 com o Irão e passou aos oitavos-de-final do Campeonato do Mundo como segundo classificado do Grupo B.

Ricardo Quaresma marcou o golo de Portugal frente ao Irão
Ricardo Quaresma marcou o golo de Portugal frente ao Irão ©Getty Images

Portugal empatou 1-1 com o Irão num jogo e passou aos oitavos-de-final do Campeonato do Mundo da FIFA de 2018 como segundo classificado do Grupo B. 

A equipa de Fernando Santos queria vencer para discutir com Espanha o primeiro lugar no grupo e Cristiano Ronaldo deu o primeiro sinal dessa determinação aos três minutos, mas Ali Beiranvand segurou o remate. João Mário esteve quase a tirar partido da intranquilidade do guarda-redes iraniano no início do encontro, mas o remate saiu por alto aos nove minutos.

Portugal dominou a posse de bola durante toda a primeira parte. Saeid Ezatolahi cabeceou para uma defesa fácil de Rui Patrício aos 34 minutos, enquanto Ronaldo tentou a sorte de muito longe seis minutos depois. Portugal ganhou vantagem no último minuto da primeira parte; Ricardo Quaresma tabelou com Adrien Silva e bateu Beiranvand com um deslumbrante disparo de "trivela".

Cristiano Ronaldo foi derrubado na área do Irão por Ezatolahi, aos 50 minutos, mas desperdiçou a oportunidade de aumentar a vantagem ao permitir a defesa de Beiranvand na conversão do castigo máximo.

O avançado português nunca desistiu e, aos 66 minutos, tentou a sorte à entrada da área mas falhou o alvo por pouco. Quatro minutos depois foi Adrien Silva que tentou a sorte de longa distância. Na jogada seguinte Saman Ghoddos assustou Rui Patrício, com a bola a sair perto do poste.

Os minutos finais ficaram marcados pelo nervosismo de ambos os lados e já em período de compensação o árbitro Enrique Caceres assinalou grande penalidade para o Irão por mão de Cédric Soares na área. Karim Ansarifard não desperdiçou a oportunidade e colocou o marcador em 1-1. Logo a seguir foi Vahid Amiri que desperdiçou uma excelente oportunidade para dar o triunfo e o apuramento ao Irão, mas o remate saiu ao lado. Na luta pelo primeiro lugar, Portugal foi batido por Espanha, que empatou 2-2 com Marrocos, por ter marcado menos um golo.

Figura: Pepe
O defesa-central português foi fundamental no empate de Portugal. Trouxe solidez e tranquilidade nos momentos de maior pressão do Irão e esteve perto de ajudar a manter a baliza inviolada até final.

Momento: Golo de Quaresma
O golo que deu vantagem a Portugal resultou da imensa criatividade do extremo português, marcou com uma técnica que está ao alcance de poucos na primeira vez em que foi titular num Mundial.

Declarações
Fernando Santos, seleccionador de Portugal
Entrámos bem, controlámos sempre o jogo, mas a partir de um certo momento passou a ser mais difícil jogar, devido às marcações individuais em todo o campo e o jogo ficou um bocado perigoso. Ao intervalo rectificámos isso, entrámos bem na segunda parte, com controlo de quase todas as situações. podíamos ter resolvido melhor em várias situações, não o fizemos, acabámos por sofrer um golo. Estes jogos são assim, o Irão arriscou tudo, domina bem o espaço aéreo, acabou por fazer um golo. O importante era passar.

André Silva, avançado de Portugal
O objectivo era passar, todas as selecções querem passar em primeiro lugar do grupo e nós não fugimos à regra. Infelizmente acabámos por empatar este jogo, mas sabemos que este grupo foi dos mais difíceis, como vimos no jogo da Espanha com Marrocos que também terminou empatado, não foi fácil. Fizemos o nosso trabalho e acabámos por conseguir a qualificação. Agora todos os jogos são difíceis, venha quem vier vamos estar preparados e dar o nosso máximo.

Carlos Queiroz, seleccionador do Irão

Não há vitórias morais, não somos perdedores simpáticos. O nosso sonho acabou hoje, mas com uma pontinha de sorte podíamos ter ganho o jogo. Agora que acabou, as maiores felicidades para Portugal, depois deste jogo Portugal ganhou mais um adepto.

Topo