Portugal vence com "hat-trick" de Ronaldo

Arménia 2-3 Portugal "Hat-trick" de Cristiano Ronaldo suficiente para Portugal manter-se na liderança do Grupo I, apesar da expulsão de Tiago.

Veja uma exibição notável de Cristiano Ronaldo, com um belo remate de longe no 3-1, que ajudou Portugal a somar três pontos importantes em Ierevan.

Portugal permanece na liderança do Grupo I após um "hat-trick" de Cristiano Ronaldo valer a recuperação de uma desvantagem no marcador
Ronaldo empata de grande penalidade e marca mais dois golos no início da segunda parte
Livre directo de Marcos Pizzelli nos primeiros minutos deixa a Arménia na frente, na estreia de Sargis Hovsepyan como seleccionador principal
Portugal joga os últimos 28 minutos com dez elementos, após expulsão de Tiago, altura em que sofre novo golo
Próximos jogos: Sérvia - Arménia (4 de Setembro), Albânia - Portugal (7 de Setembro)

Portugal deu um passo importante rumo à fase final do UEFA EURO 2016, ao vencer a Arménia, por 3-2, em jogo do Grupo I de apuramento realizado em Yerevan, graças ao terceiro "hat-trick" de Cristiano Ronaldo ao serviço da selecção portuguesa.

Portugal entrou mal no encontro, sem ligação entre os sectores e com a frente de ataque completamente distanciada do meio-campo. Do outro lado, a Arménia cortava linhas de passe e penetrava, ela própria, com relativa facilidade entre a defesa portuguesa.

Um desses exemplos aconteceu logo aos oito minutos, quando o jogador mais conceituado da Arménia, Henrykh Mkhitaryan, descobriu o ponta-de-lança Artur Sarkisov nas costas da defesa portuguesa. Valeu a Portugal o desarme de Ricardo Carvalho quando o arménio se preparava para rematar.

Fora apenas o prelúdio para o que estaria para vir, uma vez que, no lance seguinte, a Arménia chegou mesmo ao golo. O arménio de origem brasileira, Marcos Pizzelli, tentou a sua sorte de livre directo a cerca de 30 metros da baliza. Rui Patrício aguardava o cruzamento, mas Pizzelli rematou directamente, fazendo a bola embater na trave antes de entrar, deixando o guarda-redes português fora de posição e pregado ao chão. 

O entusiasmo dos arménios, no entanto, esmoreceria perto da meia-hora com a chegada ao empate de Portugal. João Moutinho recebeu um passe na área e, com uma finta de corpo, tirou Henrykh Mkhitaryan do caminho, com o jogador do Borussia Dortmund a não encontrar outra solução e a derrubar o português na área. Na conversão, Cristiano Ronaldo enganou o veterano Roman Berezovsky, que se lançara para o lado oposto.

A segunda parte começou com novo golo de Portugal, mas depois de dois sustos dos arménios. Mkhitaryan rematou à figura de Rui Patrício antes de Pizzelli ficar perto de marcar. Entretanto, Cristiano Ronaldo acudiu a um longo alívio da defesa lusa. Hrayr Mkoyan falhou a intercepção, enquanto Robert Arzumanyan julgou que Berezovsky recolheria a bola. Intrometeu-se Ronaldo, que bateu o guarda-redes contrário em esforço.

Três minutos depois, Ronaldo apontou um "golo de bandeira", com um fulminante remate de longa distância, deixando antever um final tranquilo para Portugal. Contudo, a expulsão, quatro minutos volvidos, de Tiago, após segundo cartão amarelo por falta sobre Sarkisov, a Arménia regressou à discussão do encontro.

Aos 71 minutos, os arménios reduziram, mesmo, a diferença no marcador. Na sequência de um canto, o substituto Aras Özbiliz rematou forte, Rui Patrício não conseguiu agarrar e, na recarga, Mkoyan redimiu-se do erro no segundo golo português.

Até final, menção para a saída por lesão de Ricardo Carvalho, que foi rendido por José Fonte, e para a resistência de Portugal ao forte assédio dos arménios na busca de um empate que, no entanto, não chegaria.

Topo