O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Croácia termina com sonho da Islândia

Croácia 2-0 Islândia (total: 2-0 )
Mario Mandžukić fez o golo inaugural e a equipa de Niko Kovač conseguiu o bilhete para o Brasil.

O capitão da Croácia, Darijo Srna, celebra a marcação do segundo golo
O capitão da Croácia, Darijo Srna, celebra a marcação do segundo golo ©Getty Images

A Croácia bateu a Islândia por 2-0, em Zagreb, conquistando um lugar no Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil, apesar de ter jogado grande parte da partida com apenas dez homens em campo.

Mario Mandžukić abriu o activo aos 27 minutos, mas acabou por ser expulso. O capitão Darijo Srna marcou logo após o intervalo para serenar os ânimos, infligindo um duro golpe à Islândia, do qual não mais conseguiu recuperar.

A Croácia empatou 0-0 com a Islândia, em Reiquejavique, na sexta-feira, e os homens de Niko Kovač estavam ansiosos por marcar a sua autoridade na partida da segunda mão, atacando desde o início. Este assumir do jogo desde cedo foi recompensado a meio da primeira parte, com Mandžukić a concluir um cruzamento do extremo-esquerdo Ivan Rakitić que Ivan Perišić transformou em assistência para o avançado do FC Bayern München inaugurar o marcador. Onze minutos depois a alegria de Mandžukić desapareceu quando viu o cartão vermelho após cometer falta sobre Aron Gunnarsson.

A esperada resposta islandesa, contudo, não surgiu antes do intervalo e, dois minutos após o descanso, o jovem médio Mateo Kovačić provocou a faísca para o segundo tento croata. Num lance individual fantástico concluiu a produção com um passe para o remate na passada de Srna a fazer a bola entrar no canto oposto.

A Croácia continuou a dominar, apesar da desvantagem numérica. Pouco depois da hora de jogo, o guarda-redes islandês Hannes Halldórsson negou o terceiro, frente-a-frente com Kovačić, surgindo depois Ivica Olić, num pontapé de bicicleta, a acertar no poste. Halldórsson negou ainda golos a Perišić e a Danijel Pranjić, antigo jogador do Sporting Clube de Portugal, com os anfitriões a controlarem o que restou do jogo, colocando ponto final no sonho da Islândia de chegar ao Campeonato do Mundo.