Luxemburgo 0-2 Portugal: campeões em título selam apuramento

Cristiano Ronaldo assinou o seu 99º golo por Portugal e ajudou os detentores do troféu a confirmarem a presença no UEFA EURO 2020.

Cristiano Ronaldo festeja com iogo Jota o golo que confirmou a vitória
Getty Images

Cristiano Ronaldo apontou o golo da tranquilidade no Luxemburgo - o 99º com a camisola do seu país - e Portugal garantiu um lugar na fase final do UEFA EURO 2020.

O Luxemburgo realizou uma excelente exibição, criando inúmeras dificuldades aos actuais campeões europeus com rápidas saídas para o contra-ataque. Nos minutos iniciais a selecção da casa dispôs mesmo das melhores ocasiões para marcar, com Maurice Deville e Gerson Rodrigues a falharem por pouco e Vincent Thill a dar muitas dores de cabeça à defesa portuguesa.

O ponto de viragem, contudo, surgiu pouco antes do intervalo. Numa transição rápida, Bernanrdo Silva desmarcou Bruno Fernandes com um fantástico passe a sobrevoar a linha defensiva luxemburguesa e o médio finalizou de forma perfeita, depois de controlar a bola com enorme classe. Ronaldo viria, já perto do final da segunda parte, a selar o triunfo com o golo da tranquilidade, tocando a bola para o fundo das redes após um primeiro remate de Diogo Jota.

LUXEMBURGO - PORTUGAL: COMO TUDO ACONTECEU

Análise do repórter 

Portugal selou o apuramento para o EURO 2020 depois de um triunfo suado no Luxemburgo. Acabou por ser um encontro mais complicado do que muitos esperariam, com os campeões europeus em título a mostrarem algumas dificudaldes perante um adversário que por várias vezes criou sobressaltos à defesa lusa. Mas um golo em que Bruno Fernandes mostrou toda a sua classe começou por fazer a diferença e abrir caminho a um triunfo sentenciado perto do fim com o 99º golo de Ronaldo por Portugal.
Carlos Machado

Reacções

Bruno Fernandes, médio de Portugal: "Tivemos uma grande entrega e um grande espírito, foi isso que nos fez sair com a vitória. Há jogos em que a qualidade não pode vir ao de cima. O campo estava muito difícil, a equipa deles é muito aguerrida e causou-nos dificuldades. É normal estas equipas querem mostrar-se, estão a jogar contra o campeão da Europa."

Danilo, médio de Portugal: "Sabíamos que o Luxemburgo nos ia causar problemas e foi o que aconteceu. Lutaram muito e souberam explorar bem os espaços. Tivemos dificuldades, mas soubemos adaptar-nos, quer ao adversário, quer ao estado do relvado, e começámos a melhorar. Foi então que surgiu o primeiro golo"

Fernando Santos, seleccionador de Portugal: "Provámos que somos uma das grandes equipas da Europa e do Mundo. Há que acreditar nestes jogadores. Temos de continuar equilibrados e lá estaremos na fase final do EURO como candidatos. Foi um apuramento mais difícil do que perspectivámos. Os dois empates em casa condicionaram um pouco, mas pelo meio vencemos uma prova europeia."

Diogo Jota, avançado de Portugal: "Somos os actuais campeões da Europa e sabemos o quanto todas as outras equipas nos querem vencer. Temos muitas soluções para o ataque. Todos podemos jogar e temos de dar o máximo quando entramos."

Principais estatísticas e curiosidades 

  • Cristiano Ronaldo apontou 99 golos em 164 jogos por Portugal, 14 dos quais apontados nos últimos oito jogos. Apenas o iraniano Ali Daei marcou mais golos a nível de selecções (109).
  • João Moutinho saltou do banco para somar a sua 121ª internacionalização por Portugal e é agora o 3º jogador português com mais internacionalizações de sempre, superado apenas por Ronaldo (164) e Luís Figo (127).
  • Bernardo Silva fez a sua 12ª assistência para golo por Portugal em 43 jogos: sete delas tiveram lugar em 2019.
  • Portugal perdeu apenas três dos últimos 38 jogos que disputou, vencendo 23.
  • Dezoito dos últimos 24 golos apontados por Portugal foram marcados na segunda parte dos encontros.
  • O Luxemburgo perdeu os últimos sete jogos que disputou, a sua pior sequência desde 2015–16, quando também sofreu sete desaires consecutivos.
  • O Luxemburgo terminou o grupo com quatro pontos, registo idêntico ao que havia logrado nas duas anteriores fases de qualificação para o EURO.

Equipas

Luxemburgo: Moris; Jans, Chanot, Gerson, Carlson; V Thill (Joachim 82), Barreiro Martins (Sinani 74), Skenderovic, Turpel (O Thill 59); Rodrigues, Deville

Portugal: Rui Patrício; Ricardo, Fonte, Rúben Dias, Guerreiro; Bruno Fernandes (Rúben Neves 90), Danilo, Pizzi (João Moutinho 62); Ronaldo, André Silva (Diogo Jota 71), Bernardo Silva

Topo