O "site" oficial do futebol europeu

Shakhtar preparado para defrontar o Dortmund

Publicado: Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013, 20.47CET
Mircea Lucescu acredita que a falta de ritmo competitivo do Shakhtar não irá afectar as suas possibilidades frente ao Borússia de Dortmund, enquanto Jürgen Klopp espera um "jogo intenso".
por Viktor Sharafudinov
de Donetsk
Shakhtar preparado para defrontar o Dortmund
O treinador do Shakhtar, Mircea Lucescu, tem um bom registo ante equipas alemãs ©AFP/Getty Images

Estatísticas da prova

Shakhtar DonetskDortmund

Golos marcados14
 
24
à baliza72
 
115
para fora44
 
59
Cantos43
 
62
Foras-de-jogo14
 
27
Faltas cometidas105
 
156
Cartões amarelos15
 
14
Cartões Vermelhos0
 
0

Dossiers de Imprensa

  • Dossier de Imprensa (português)
 
Publicado: Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013, 20.47CET

Shakhtar preparado para defrontar o Dortmund

Mircea Lucescu acredita que a falta de ritmo competitivo do Shakhtar não irá afectar as suas possibilidades frente ao Borússia de Dortmund, enquanto Jürgen Klopp espera um "jogo intenso".

Para Mircea Lucescu, o FC Shakhtar Donetsk está pronto para a recepção ao Borussia Dortmund, a contar para os oitavos-de-final, apesar de não fazer jogos oficiais desde a fase de grupos. "Tentámos chegar ao mesmo nível do Dortmund", disse o treinador, que levou a sua equipa para estagiar em Espanha e aos Emirados Árabes Unidos durante a pausa de Inverno. "O jogo de quarta-feira vai mostrar o quanto estamos preparados."

Apesar da derrota pesada no fim-de-semana a contar para a Bundesliga, o Dortmund de Jürgen Klopp está confiante que os seus jogadores vão levar a melhor se jogarem ao seu nível, afirmando: "Se jogarmos o nosso melhor futebol, tudo irá correr como queremos."

Shakhtar
Mircea Lucescu, treinador do Shakhtar
Estamos habituados a disputar jogos europeus em Fevereiro ante equipas que estão em melhor forma que nós, porque elas têm disputado jogos oficiais e nós não. Planeámos a nossa preparação para compensar isso mesmo.

Como é óbvio, não podemos comparar os jogos particulares que fizemos nos Emirados Árabes Unidos ou em Espanha com partidas da Bundesliga, mas tentámos atingir o mesmo nível físico do Dortmund. O jogo de quarta-feira vai mostrar o quanto estamos preparados.

O Dortmund venceu os dois últimos títulos alemães e ganhou de forma clara o seu grupo na UEFA Champions League. Isso significa que tem, pelo menos, dois jogadores de topo em cada lugar e não podemos esquecer a importância que a motivação e a atitude têm nesta fase da prova.

Temos jogado bem contra clubes alemães no passado. Vencemos fora o Estugarda e o Schalke na Taça UEFA e derrotámos o Werder Bremen na final em Istambul [2009]. O Dortmund não é uma equipa típica da Alemanha. O seu estilo é muito parecido com o espanhol, porque gostam muito de ter a bola.

Resultado no fim-de-semana
Pausa de Inverno – próximo jogo: Shakhtar - FC Volyn Lutsk (2 de Março)

Notícias da equipa
Ilsinho está de fora depois de ter sido operado ao menisco, enquanto Tomáš Hübschman está em dúvida com varicela. Lucescu afirmou: "Ele está melhor, mas os dez dias que passou longe da equipa deixaram a sua marca."

Dortmund
Jürgen Klopp,  treinador do Dortmund
Mircea Lucescu é um excelente treinador. Ele fez um grande trabalho no Shakhtar e ensinou a equipa a fazer um futebol atraente. O Willian deixou o Donetsk, mas isso não quer dizer que o Shakhtar esteja mais fraco. Vi os jogos que fizeram nos estágios de Inverno e posso dizer que têm jogadores de muita qualidade. Dificilmente se poderá dizer que o Shakhtar tem pontos fracos.

Amanhã vai ser um jogo interessante e intenso, porque as duas equipas vão precisar de fazer o seu melhor ou até mais. Do nosso lado vamos fazer o melhor no jogo, pois viemos aqui para ser um adversário incómodo.

A derrota contra o Hamburgo [4-1 no sábado] não deixou marcas. A nossa ambição é alta na Champions League. Estamos nos oitavos-de-final e não é preciso motivar os jogadores agora porque sabem que não há equipas fracas entre as 16 que estão em prova. Se jogarmos o nosso melhor futebol, tudo irá correr como queremos.

Resultado no fim-de-semana
Sábado: Dortmund 1-4 Hamburger SV (Lewandowski 17; Rudņevs 18 62, Son 26 89)
Weidenfeller; Piszczek (Gündoğan 66), Felipe Santana, Hummels, Sven Bender; Kehl (Schieber 65), Şahin, Błaszczykowski, Götze, Reus; Lewandowski.

• Robert Lewandowski marcou pelo quinto jogo consecutivo na Bundesliga, mas foi expulso 14 minutos depois, com o Dortmund a sofrer a sua maior derrota no campeonato desde que perdeu pelo mesmo resultado na visita ao VfB Stuttgart, em Janeiro de 2010.

Notícias da equipa
A preparação de Klopp tem sido marcada por lesões e doenças. O médio İlkay Gündoğan (coxa e dedo) ficou em Dortmund com Patrick Owomoyela (osso da face) e Kevin Grosskreutz (gripe). Marcel Schmelzer viajou apesar de estar doente e vai fazer um teste, enquanto o defesa-central Neven Subotić está disponível depois de debelar uma lesão nos gémeos.

Estatística
• Este é o primeiro jogo do Shakhtar contra uma equipa alemã desde que derrotou, no prolongamento, o Werder Bremen por 2-1, para ganhar a final de 2009 da Taça UEFA. Oito dos 11 titulares do Shakhtar nesse jogo continuam no clube – Andriy Pyatov, Olexander Kucher, Fernandinho, Ilsinho, Luiz Adriano, Răzvan Raţ, Dmytro Chygrynskiy, e Darijo Srna – juntamente com o suplente Olexiy Gai.

Última actualização: 17-12-13 10.07CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000348/match=2009589/prematch/preview/index.html#shakhtar+postos

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.