O "site" oficial do futebol europeu

Celtic e Juventus reavivam memórias de 2001

Publicado: Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013, 9.45CET
O Celtic tentará inspirar-se no triunfo por 4-3 sobre a Juventus, em 2001, quando regressar aos oitavos-de-final da UEFA Champions League pela primeira vez em cinco anos.
Celtic e Juventus reavivam memórias de 2001
Scott Brown, Gary Hooper e Kris Commons festejam o apuramento do Celtic para os oitavos-de-final ©Getty Images

Estatísticas da prova

CelticJuventus

Golos marcados9
 
17
à baliza46
 
79
para fora32
 
72
Cantos44
 
63
Foras-de-jogo12
 
41
Faltas cometidas109
 
144
Cartões amarelos16
 
20
Cartões Vermelhos0
 
0

Dossiers de Imprensa

  • Dossier de Imprensa (português)
 
Publicado: Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013, 9.45CET

Celtic e Juventus reavivam memórias de 2001

O Celtic tentará inspirar-se no triunfo por 4-3 sobre a Juventus, em 2001, quando regressar aos oitavos-de-final da UEFA Champions League pela primeira vez em cinco anos.

De regresso aos oitavos-de-final da UEFA Champions League pela primeira vez em cinco épocas, o Celtic procurará uma vez mais capitalizar a sua excelente forma em casa quando receber, em Glasgow, a Juventus.

• O Celtic, segundo classificado do Grupo G, receberá o campeão italiano – que venceu o Grupo E – 11 anos depois de as duas equipas se terem defrontado em dois dos mais emocionantes jogos de sempre de fases de grupos, com os escoceses a vencerem por 4-3 no Celtic Park, tendo perdido por 3-2 em Turim.

Encontros anteriores
• O treinador do Celtic, Neil Lennon, e o seu adjunto, Johan Mjällby, jogaram em ambas as partidas de 2001. A 18 de Setembro de 2001, em Turim, um bis de David Trézéguet (43, 55) deu uma vantagem de dois golos à Juve, mas Stiliyan Petrov reduziu aos 67 minutos e Henrik Larsson parecia ter ganho um ponto quando, a quatro minutos do final, converteu uma grande penalidade. Contudo, no derradeiro minuto, Nicola Amoruso também converteu uma grande penalidade, dando o triunfo aos italianos.

• No jogo da segunda volta, Alessandro Del Piero adiantou a Juventus aos 19 minutos no marcador, mas golos de Joos Valgaeren (24) e Chris Sutton (45) provocaram uma reviravolta no encontro. Trézéguet (51) empatou a contenda, mas, uma vez mais, o Celtic respondeu de forma vigorosa, com nova grande penalidade de Henrik Larsson (57) a restabelecer a vantagem dos escoceses, alargada com o segundo tento de Sutton (64). Trézéguet (77) voltou a marcar, criando um final emotivo, mas o Celtic resistiu.

• Gianluigi Buffon, que foi titular em Turim e suplente em Glasgow, é o único sobrevivente desses dois encontros. Pavel Nedvěd, actual dirigente da Juventus, actuou no Celtic Park.

• As equipas alinharam nesse encontro de 31 de Outubro de 2001 da seguinte forma:
Celtic: Douglas, Valgaeren, Baldé, Mjällby, Lambert, Petta, Agathe, Lennon, Moravčík (Petrov 65), Larsson, Sutton.
Juventus: Carini, Ferrara, Paramatti, Iuliano, Zenoni, Birindelli, Tacchinardi, Maresca (Ferrara 81), Nedvěd, Amoruso (Pessotto 67), Del Piero (Trézéguet 46).

• As duas equipas também se encontraram na primeira eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1981/82, tendo o Celtic ganho por 1-0 perante o seu público, mas perdido por 2-0 em Turim. O treinador Danny McGrain actuou em Glasgow.

Retrospectiva
• O Celtic não perde no Celtic Park há oito encontros frente a conjuntos da Serie A, desde que precisamente o primeiro visitante de Itália, o AC Milan, se superiorizou, a 12 de Março de 1969, nos quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus, triunfando com o mesmo resultado total.

• Na fase de grupos da passada edição da UEFA Europa League, o Celtic empatou em casa e fora com a Udinese Calcio pelo mesmo resultado de 1-1.

• Os 19 encontros do Celtic frente a adversários italianos terminaram com 5V 7E 7D (4V 4D 1D em Glasgow). O duelo mais memorável de todos terá sido precisamente o primeiro, no qual o Celtic bateu o FC Internazionale Milano por 2-1, na final da Taça dos Clubes Campeões Europeus realizada no Estádio Nacional, em Lisboa, tornando-se na primeira equipa britânica a conquistar a prova.

• O Celtic venceu ambos os encontros realizados em casa nas pré-eliminatórias, tendo batido o HJK Helsinki (2-1) e o Helsingborgs IF (2-0), apurando-se assim para a fase de grupos. Já na UEFA Champions League propriamente dita, os escoceses empataram sem golos na recepção ao SL Benfica, mas um par de triunfos por 2-1 nos dois jogos seguintes perante o seu público, frente ao FC Barcelona – um dia depois do 125º aniversário do clube de Glasgow – e FC Spartak Moskva, ditaram o apuramento para os oitavos-de-final.

• Fora de casa, o conjunto dirigido por Neil Lennon venceu ambos os jogos realizados nas pré-eliminatórias por 2-0, aos quais se seguiu o primeiro triunfo em terreno adversário em 21 tentativas na fase de grupos da UEFA Champions League. As partidas em Barcelona e no Estádio da Luz, com o Benfica, saldaram-se, em ambas as ocasiões, por desaires por 2-1.

• O Celtic espera que à terceira presença nos oitavos-de-final se concretize o primeiro apuramento para a eliminatória seguinte desde que a UEFA Champions League adoptou pela primeira vez o seu formato actual. Em 2006/07, empatou 0-0 na recepção ao Milan e perdeu, em Itália, por 1-0, no prolongamento. Na época seguinte, os escoceses foram derrotados por 3-2 na recepção ao Barcelona e por 1-0 na Catalunha.

• A Juventus – que permaneceu invicta na fase de grupos, aumentando a sua série de invencibilidade nas competições europeias para 16 jogos – está nos oitavos-de-final da UEFA Champions League pela décima vez. A última ocasião em que chegou a esta fase da prova aconteceu em 2008/09, quando perdeu, por 1-0, no reduto do Chelsea FC, antes de ter empatado 2-2 em Turim.

• A campanha dos "bianconeri" no Grupo E trouxe-lhes empates nos terrenos do Chelsea (2-2) e FC Nordsjælland (1-1). O triunfo, na sexta e última jornada, na casa do FC Shakhtar Donetsk assegurou a conquista do grupo. Em casa, a Juve empatou 1-1 com o campeão ucraniano antes de se superiorizar ao Nordsjælland e Chelsea, por 4-0 e 3-0, respectivamente.

• A Juve não perde fora de casa para as competições europeias desde 18 de Março de 2010, quando soçobrou no reduto do Fulham FC por 4-1 para a segunda mão dos oitavos-de-final, tendo perdido a eliminatória por um total de 5-4. Os oito encontros seguintes fora saldaram-se por três vitórias em cinco empates.

• Contudo, essas derrotas no terreno do Celtic fazem parte de um registo total de 2V 1E 3D nas seis deslocações dos italianos a terras escocesas. Perderam três das últimas quatro deslocações, tendo a excepção sido o triunfo por 4-0 na casa do Rangers FC, para a fase de grupos de 1995/96.

Ligações entre as equipas
• Andrea Pirlo defrontou o Celtic em cinco ocasiões pelo Milan, incluindo ambas as mãos da eliminatória dos oitavos-de-final de 2006/07.

• Mauricio Isla jogou no empate da Udinese (1-1) no Celtic Park na época passada, com Kwadwo Asamoah a alinhar pela equipa da Serie A na partida de Udine.

• A Suécia, por quem alinhava Mikael Lustig, acolheu a fase final do Campeonato da Europa de Sub-21 de 2009, tendo perdido, na fase de grupos, por 2-1, frente à Itália, que contou com Claudio Marchisio, Paolo De Ceglie e Sebastian Giovinco nas suas fileiras.

• Giorgio Chiellini apontou, pela Itália, o único golo do encontro particular realizado a 18 de Novembro de 2009, em Cesena, com a Suécia, por quem alinhou Lustig.

• O irmão de Victor Wanyama, MacDonald Mariga, representa o Inter Milão.

• Buffon, Pirlo e Andrea Barzagli fizeram parte da selecção de Itália que derrotou, a 17 de Novembro de 2007, em Glasgow, a Escócia, de Scott Brown, por 2-1, em jogo de apuramento para o UEFA EURO 2008.

• Buffon, Pirlo e Fabio Quagliarella, assim como Brown, haviam alinhado, a 28 de Março de 2007, no triunfo da Itália, por 2-0, sobre a Escócia, na partida da mesma fase de qualificação realizada em solo italiano.

Última actualização: 11-02-13 23.54CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000348/match=2009585/prematch/background/index.html#celtic+juventus+reavivam+memorias

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.