Juventus é a primeira equipa a ganhar seis títulos seguidos na Serie A

Finalista da UEFA Champions League, a Juventus confirmou a segunda parte da possível tripla de troféus ao conquistar o inédito sexto título consecutivo na Serie A.

©Getty Images

Como foi ganho o título
A Juventus tem sido campeã de forma mais espectacular nos últimos anos, sem derrotas em 2011/12 ou com recorde de 102 pontos em 2013/14, mas o título mais recente não deve ser minimizado. Na verdade, o marco alcançado esta época pela equipa de Massimiliano Allegri não tem precedentes, pois nenhuma equipa em Itália conseguiu ganhar o Scudetto seis épocas consecutivas.

Quando a Juve foi buscar Miralem Pjanić e Gonzalo Higuaín, respectivamente, à Roma e ao Nápoles, rivais na Serie A, muitos previram uma corrida solitária no campeonato italiano. No entanto, no futebol não há campeões antecipados e a equipa de Turim teve de esforçar-se para chegar ao hexacampeonato. Com menos golos marcados do que Nápoles e Roma, voltou a sofrer menos tentos do que os adversários na Serie A. 

Número chave: 33
Muito compacto a defender, a campeã exibiu também uma incrível força a jogar em casa. O clube de Turim não perdeu qualquer jogo esta época perante os seus adeptos e fixou um novo máximo de triunfos consecutivos em casa (33) na Serie A, até ao empate 1-1 no derby da cidade com o Torino. A última derrota em casa no campeonato aconteceu em Agosto de 2015, por  1-0, frente à Udinese.

A concorrência
Com as duas equipas de Milão, mais uma vez, a falharem na corrida pelo Scudetto, a Roma e o Nápoles foram os principais rivais da Juve. Apesar de na maior parte do tempo praticarem um futebol ofensivo cintilante, tanto o conjunto romano como o napolitano mostraram inconsistência. Os homens de Maurizio Sarri, por exemplo, foram por várias vezes elogiados como sendo aqueles que praticavam o melhor futebol em Itália, mas nas duas partidas contra o Sassuolo somaram apenas dois pontos e empataram ainda com os despromovidos Palermo e Pescara – pontos que não podem ser desperdiçados quando se está a a competir com uma máquina como a Juventus.

Juventus celebrate their Coppa Italia triumph
Juventus celebrate their Coppa Italia triumph©Getty Images

Taça de Itália
Gianluigi Buffon descansou na chegada da Juventus à final, pese embora ter sofrido golos em todos os jogos, nos quais derrotou adversários fortes como a Atalanta, o Milan e o Nápoles. Na final de quarta-feira, em Roma, enfrentou a Lázi. Num encontro ciosamente controlado, os tentos de Dani Alves e de Leonardo Bonucci, na primeira parte, valeram o triunfo por 2-0. Juntar-lhe a conquista do Scudetto significa a terceira dobradinha consecutiva e a possibilidade de completar o pleno de troféus em Cardiff.

Espaço para melhorar
Haverá mesmo margem para melhorar? Como se pode melhorar quando se domina de forma tão eficiente durante seis épocas consecutivas? Provavelmente, a única missão para os próximos anos será rejuvenescer a equipa, em particular a sua excepcional linha defensiva. Descobrir os novos Gianluigi Buffon (39), Andrea Barzagli (36), Dani Alves (34) ou Giorgio Chiellini (32) não vai ser tarefa fácil.

Maior vitória: 4-0 ao Cagliari; 4-0 ao Génova
Maior derrota: 3-1 ao Génova
Melhor marcador: Gonzalo Higuaín (24)