Kiev recebe final da Champions League em 2018

O NSK Olimpiyskyi, em Kiev, foi escolhido para acolher o jogo decisivo da UEFA Champions League em 2018, naquela que será a primeira final de uma competição europeia de clubes na Ucrânia.

©Getty Images

O NSK Olimpiyskyi, em Kiev, foi escolhido para acolher a final da UEFA Champions League em 2018.

A realizar no dia 26 de Maio de 2018, a final será a primeira do género a ocorrer no Complexo Olímpico Nacional da capital ucraniana. Porém, este estádio não é alheio a grandes momentos: o Dínamo Kiev enfrentou aqui o Bayern na segunda mão da SuperTaça Europeia da UEFA em 1975, além de ter sido um dos estádios dos Jogos Olímpicos de 1980 e do UEFA EURO 2012, prova na qual acolheu cinco jogos, entre os quais a final.

A decisão foi tomada na reunião do Comité Executivo da UEFA realizada esta quinta-feira, em Atenas.

A final de 2017 disputa-se a 3 de Junho no Estádio Nacional do País de Gales, em Cardiff.

Nome: NSK Olimpiyskyi
Capacidade na UEFA: 68.000
Utilizadores: Dínamo Kiev e (jogos importantes), Ucrânia
Inauguração: Agosto de 1923 (reconstruído em 1941, 1968, 1980, 1999 e 2011)

• Construído no local da Exposição Russa de 1913 para acolher a Segunda Espartaquíada Ucraniana, o recinto foi inaugurado com o nome de Estádio Vermelho de Trotsky a 12 de Agosto de 1923. O nome de Trotsky foi retirado no ano seguinte, e o estádio tornou-se a casa do Zheldor – actual Lokomotiv – Kiev.

• Depois de Kiev ter voltado a ser capital da Ucrânia em 1934, foi tomada a decisão de construir um Estádio Republicano adjacente; porém, a cerimónia de abertura a 22 de Junho de 1941 foi adiada devido à invasão alemã e não ocorreu até 1944 (apesar de os ocupantes o terem inaugurado em 1942).

• Tendo mudado de nome para Estádio Central, as novas instalações foram alargadas para acolher mais de 100.000 pessoas na década de 1960 e fizeram parte de um complexo desportivo maior. Uma multidão de 102.000 espectadores viu o Dínamo Kiev ganhar a SuperTaça Europeia em 1975 ao bater o Bayern, por 2-0, com dois golos de Oleh Blokhin.

• Seguiu-se outra reconstrução antes dos Jogos Olímpicos de 1980, no qual o então chamado Estádio Republicano acolheu sete partidas, incluindo uma dos quartos-de-final.

• Recebeu o nome actual em 1996, depois da independência da Ucrânia. Tem sido o estádio nacional e usado pela selecção ucraniana, bem como nos grandes jogos que envolvem clubes locais e na final da Taça da Ucrânia.

• O estádio actual foi construído a tempo do UEFA EURO 2012 e foi utilizado em cinco encontros, incluindo a final.