O "site" oficial do futebol europeu

Basileia ferido, mas sem mágoa

Publicado: Quarta-feira, 14 de Março de 2012, 9.03CET
Marco Streller, Aleksandar Dragović e Alexander Frei falaram do pesadelo do Basileia em Munique: "Acabámos por ficar a olhar para o relógio do estádio à espera que o jogo terminasse depressa."
por Andy James
de Fußball Arena München
Basileia ferido, mas sem mágoa
Aleksandar Dragović e o treinador Heiko Vogel conformados com a derrota ©Getty Images
 
 
 
Publicado: Quarta-feira, 14 de Março de 2012, 9.03CET

Basileia ferido, mas sem mágoa

Marco Streller, Aleksandar Dragović e Alexander Frei falaram do pesadelo do Basileia em Munique: "Acabámos por ficar a olhar para o relógio do estádio à espera que o jogo terminasse depressa."

Marco Streller reconheceu que o FC Basel 1893 estava "fora de si" na goleada de 7-0 sofrida às mãos do FC Bayern München, ainda que tenha retirado sinais bastante positivos de uma campanha na UEFA Champions League que produziu momentos notáveis dos suíços.

"Assistimos esta noite a um verdadeiro espectáculo por parte do Bayern," disse Streller. "Estávamos fora de nós. E tudo lhes corria bem. O Bayern provou esta noite que é um sério candidato à vitória na Champions League."

Vogel pretendia não abandonar a sua filosofia de ataque na abordagem ao jogo em Munique, de forma a preservar ou mesmo ampliar a vantagem que trazia da primeira mão sobre os gigantes da Bundesliga, mas a decisão provou ser errada, à medida que o quarteto atacante do Bayern começou a fazer estragos desde o início.

"Arriscámos demasiado," explicou Streller, o único jogador do Basileia a forçar a uma defesa o guarda-redes do Bayern, Manuel Neuer. "É praticamente impossível para qualquer defesa fazer frente a [Arjen] Robben e [Franck] Ribéry, e nós fomos arrasados. Basicamente, acabámos a olhar para o relógio do estádio, a rezar para que o tempo de jogo se esgotasse depressa."

Alexander Frei, companheiro de ataque de Streller, concorda que o "Bayern foi melhor em todas as acções de jogo, do princípio ao fim", mas pediu aos adeptos da equipa que se lembrem das óptimas prestações do Basileia nos jogos que antecederam a eliminação esta terça-feira, como sucedeu frente ao Manchester United FC, a quem o clube suíço conquistou quatro pontos na fase de grupos. "Fizemos uma bela competição, pelo que não seria justo estar agora a criticar a equipa. Provámos que podemos frustrar alguns dos maiores clubes da Europa," disse o jogador, de 32 anos.

O sonho de uma primeira presença nos quartos-de-final da UEFA Champions League terminou de forma inequívoca em Munique, mas também o defesa Aleksandar Dragović retirou aspectos positivos da campanha europeia do Basileia: "Foi uma excelente experiência para nós. Não há forma de nos desculparmos pela actuação desta noite, mas vamos recuperar e centrar a nossa atenção na conquista do título nacional."

Última actualização: 14-03-12 13.14CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas
Jogo relacionado

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=1768068.html#basileia+ferido+magoa

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.