Análise da equipa

Norway

Noruega

Norway Squad Portraits - UEFA European Women's Under-19 Championship
NrJogadorNascimentoPos.GERFINSWEGMClube
1Josefine Ervik26-09-1994Guarda-redes90 90 FK Fortuna Ålesund (NOR)
2Mali Lilleås Næss05-05-1994Defesa90 90 SK Trondheims-Ørn (NOR)
3Stine Pettersen Reinås15-07-1994Defesa9090 Stabæk Fotball (NOR)
4Carlotta Fennefoss13-10-1994Defesa44+9090 Lipscomb University (USA)
5Ingrid Bakke03-09-1994Defesa9088* Stabæk Fotball (NOR)
6Lisa Naalsund11-06-1995Médio909090 Arna-Bjørnar (NOR)
7Vilde Bøe Risa13-07-1995Médio85*9076* Arna-Bjørnar (NOR)
8Guro Reiten26-07-1994Médio9079*90 SK Trondheims-Ørn (NOR)
9Amalie Eikeland26-08-1995Avançado9090901 Arna-Bjørnar (NOR)
10Andrea Thun27-06-1994Avançado69*9080* IL Sandviken (NOR)
11Mia Marie Voltersvik14-02-1994Avançado5+ Sarpsborg 08 FF (NOR)
12Cecilie Fiskerstrand20-03-1996Guarda-redes 90 Langevåg IL (NOR)
13Andrine Tomter05-02-1995Defesa 9090 Kolbotn IL (NOR)
14Guro Bergsvand03-03-1994Defesa46*2+90 FK Lyn (NOR)
15Nora Byom Nilssen16-08-1994Médio 14+ Kolbotn IL (NOR)
16Ine Wedaa12-05-1995Avançado 7+21+ Arna-Bjørnar (NOR)
17Synne Skinnes Hansen12-08-1995Avançado21+11+10+1 Røa IL (NOR)
18Synne Jensen15-02-1996Avançado9083*69*2 Kolbotn IL (NOR)
Pos. = Posição; GM = Golos marcados; * = Titular; + = Suplente
©Sportsfile

Seleccionador
Jarl Torske
05/06/49

Mentalmente e fisicamente, as raparigas responderam excepcionalmente bem após a pesada derrota frente à Alemanha. Estavam chateadas e determinadas a provarem que foram melhores. Criámos oportunidades frente à Finlândia e resolvemos os problemas na hora de rematar à baliza, marcando cinco golos frente à Suécia. Senti orgulho do empenho que elas mostraram. Foi uma aprendizagem dura para elas, mas não desistiram. Agora, o mais importante é que a maior parte das convocadas vão estar disponíveis para 2014.

Análise táctica da Noruega

Análise táctica da Noruega

• 4-3-3 com Vilde Bøe Risa (Nº7) como única centrocampista mais recuada

• Equipa organizada para construir desde o meio-campo; quando sob pressão, lançamentos directos para as três atacantes

• Pressão alta constante, incluindo sobre a guarda-redes adversária

• Mas defesa recuada, para evitar males maiores, na derrota com a Alemanha

• Duas extremos rápidas; defesas-laterais audazes, especialmente Andrine Tomter (Nº13) pela esquerda

• Rápidos contra-ataques colectivos; três atacantes muito possantes

• Grande espírito colectivo, resistência mental após derrota pesada na estreia