Holanda goleia Irlanda com Miedema em destaque

República da Irlanda 0-4 Holanda Vivianne Miedema marcou um "hat-trick" e inspirou a Holanda a afastar a equipa de David Connell, seguindo-se a Espanha na final.

Vivianne Miedema (no centro) é abraçada pelas colegas depois de colocar a Holanda em vantagem
Vivianne Miedema (no centro) é abraçada pelas colegas depois de colocar a Holanda em vantagem ©Sportsfile

A Holanda vai enfrentar a Espanha na final de domingo, depois de uma exibição devastadora, com três golos de Vivianne Miedema, ter permitido bater a República da Irlanda por 4-0.

Miedema, melhor marcadora da prova, fez um "hat-trick"
Kuijpers marcou o outro golo holandês
A Irlanda cai depois de três vitórias na fase de grupos
Holanda enfrenta Espanha na final de domingo

Na estreia numa fase final da prova, as irlandesas entraram em campo com um registo 100 por cento vitorioso, mas foram incapazes de fazer frente a uma dominadora Holanda. Ao fim de cinco minutos a selecção "laranja" já estava na frente, quando Miedema finalizou à boca da baliza, depois de uma primeira grande intervenção de Brooke Dunne a remate seu - estava dado o mote.

Jeslynn Kuijpers aumentou a vantagem com um remate de primeira que ainda bateu no poste antes de entrar, depois de mais um bom lance de Miedema, e a No9 da Holanda continuou o seu assalto à baliza irlandesa depois do recomeço. Primeiro, Kuijpers devolveu a gentileza anterior e foi dela o centro perfeito para a avançada do FC Bayern München fazer o 3-0, à boca da baliza.

A Holanda festeja após o apito final
A Holanda festeja após o apito final©Sportsfile

André Koolhof, seleccionador da Holanda

É bom estar sentado, algo que fiz muito pouco hoje. Estou sempre de pé porque tenho que sentir o jogo como se estivesse em campo. Gosto muito. Estou muito orgulhoso pelo que fizemos, mas também pela maneira como jogámos - roçámos a perfeição. Marcámos alguns golos de belo efeito, fruto de um grande trabalho de equipa, mas claro que o destaque vai para a Miedema. Ela tem um grande faro pelo golo.

Fomos fortes do primeiro ao último minuto. Sabíamos que contra a Irlanda tínhamos de jogar forte desde o começo, pois quanto mais tempo demorássemos a marcar mais fortes elas iriam ficar. Tínhamos de as impedir de ganhar confiança - conseguimo-lo porque marcámos cedo. Chegar à final é fantástico, mas se não ganharmos ficaremos tristes.

Miedema remata para golo
Miedema remata para golo©Sportsfile

Ao chegarmos tão longe, realizou-se um sonho de todos. Houve um grande alarido com o percurso feito na Irlanda e estamos muito, muito orgulhosos destas raparigas. Penso que estivemos acima do esperado nas últimas semanas. Derrotámos três grandes países. Gostaríamos de o voltar a fazer. Isto mostrou às nossas raparigas até onde se pode ir. Elas vão querer estar aqui de novo porque vimos o bom que é estar aqui e adorámos estar nesta competição. Deram uma bela imagem do trabalho feito no país.

[Vivianne Miedema] esteve muito bem. Ela fez a diferença para a sua equipa. Mas elas mostraram classe em todas as posições. No ataque, meio-campo, também na baliza estiveram excelentes. São uma boa equipa e difícil de bater. Desejamos-lhe o melhor.

Topo