Paisana orgulhoso, Albion resignado

José Paisana mostrou-se orgulhoso pela histórica vitória de Portugal, enquanto Mirel Albion quer que a Roménia termine da melhor maneira depois da derrota desta quinta-feira.

Jéssica Silva (Portugal) e Adina Giurgiu (Roménia) em acção na Turquia
Jéssica Silva (Portugal) e Adina Giurgiu (Roménia) em acção na Turquia ©Sportsfile

Portugal ocupa o segundo lugar do Grupo A e o seleccionador José Paisana elogiou a sua equipa depois da vitória "merecida" sobre a Roménia, à procura agora deixar Antália da melhor maneira.

PORTUGAL 1-0 ROMÉNIA
José Paisana, seleccionador de Portugal
Sabíamos que iria ser um jogo muito difícil. A Roménia é muito organizada e disputou o jogo até ao apito final, mas nós merecemos a vitória. Acho que deveríamos ter marcado mais golos. Tivemos mais oportunidades e controlámos o encontro. Penso que provámos que somos uma boa equipa com boas jogadoras. Estamos orgulhosos do seu desempenho. O nosso país está orgulhoso.

Nunca desistimos; quisemos sempre fazer um futebol bonito, é essa a nossa filosofia. Agora temos que recuperar e desfrutar o momento, relaxar um pouco. A seguir, pensamos no jogo seguinte. Não interessa quem aí vem; respeitamos todos e preparamo-nos da mesma maneira.

Mirel Albon, seleccionadora da Roménia
Primeiro, estamos satisfeitas por estar aqui a competir a este nível. Se comparamos a primeira com a segunda parte, as raparigas foram muito mais audazes depois do intervalo. Durante a primeira parte elas estiveram algo hesitantes, mas jogámos um bom futebol depois disso. Infelizmente estamos eliminadas, mas tem sido uma grande experiência, que mostrou que o nosso talento está a evoluir.

Não interessa se cometemos erros; o mais importante é que nós jogamos bom futebol. No último jogo precisamos de provar que merecemos estar aqui. É muito importante. Queremos deixar Antália com boa reputação; não queremos ir embora sem pontuar.

Topo