Últimos cinco finalistas conhecidos

Noruega, Alemanha, Espanha, Holanda e Suíça juntaram-se à Rússia e à anfitriã Itália na fase final do Europeu Feminino de Sub-19, terminada a segunda pré-eliminatória.

A Holanda levou a melhor no duelo com a França
A Holanda levou a melhor no duelo com a França ©Sportsfile

Noruega, Alemanha, Espanha, Holanda, Suíça e a melhor segunda classificada Bélgica juntaram-se à Rússia e à anfitriã Itália na fase final do Campeonato da Europa Feminino de Sub-19, a disputar entre 30 de Maio e 11 de Junho.

À entrada para a segunda e segunda pré-eliminatória estavam seis vagas em aberto, com a França a necessitar de um triunfo por três golos de diferença sobre a Holanda para ultrapassar as rivais e continuar a lutar pela renovação do título. As holandesas desperdiçaram várias oportunidades para marcar, mas as francesas lutaram muito e garantiram a vitória graças ao golo marcado por Caroline La Villa, aos 35 minutos, insuficiente para impedir a Holanda de garantir o primeiro lugar do Grupo 1.

A França não foi o único candidato a cair na segunda pré-eliminatória, já que a Inglaterra, finalista em três dos últimos quatro Europeus e campeã em 2009, não conseguiu levar a melhor sobre a Noruega no Grupo 4, no qual Portugal foi terceiro. A equipa treinada por Mo Marley só precisava de um empate, mas ficou em desvantagem aos 12 minutos, quando Melissa Bjånesøy marcou o único golo do encontro num cabeceamento fantástico. As inglesas tiveram a confirmação de que este não era o seu dia quando Jordan Nobbs desperdiçou um penalty à passagem da meia-hora.

"Estou muito feliz porque finalmente vencemos a Inglaterra, algo que nunca tínhamos conseguido", afirmou o seleccionador da Noruega, Jarl Torske. "O nosso objectivo em Itália é atingir as meias-finais, mas agora vamos comemorar esta grande vitória conseguida na Croácia." Espanha e Suíça também tiveram motivos para comemorar, pois garantiram a qualificação com triunfos folgados, enquanto a Alemanha, vencedora do certame por três vezes, derrotou a Islândia por 3-0 e garantiu o primeiro lugar no Grupo 3.

A Rússia tinha assegurado o apuramento a uma jornada do final e apresentou uma equipa de segunda linha frente à Bélgica, pelo que não evitou a derrota por 1-0, golo de Jana Coryn a meio do segundo tempo. Este desfecho revelou-se decisivo para a Bélgica assegurar a sua presença na fase final como melhor segunda classificada, fruto do melhor registo frente ao primeiro e terceiro classificados do seu agrupamento.

O sorteio da fase final realiza-se em Cervia, Itália, a 14 de Abril.

Topo