Jogadoras a seguir no EURO Feminino Sub-19

Os especialistas do UEFA.com seleccionaram oito jogadoras que poderão ser decisivas para os seus países no EURO Feminino Sub-19, cujo início acontece esta quarta-feira.

Jogadoras a seguir no EURO Feminino Sub-19
©UEFA.com

Nicoline Sørensen (Dinamarca)
A organizadora de jogo do FC Rosengård tem apenas 17 anos, mas já é a maestrina da selecção dinamarquesa. Apontou dois golos e fez quatro assistências nos seis jogos a caminho de Israel.

©UEFA.com

Marie-Charlotte Léger (França)
Titular habitual do FC Metz, Léger é poderosa, rigorosa e tranquila, como mostrou ao marcar a grande penalidade frente à Rússia que garantiu o apuramento da França. Foi o quinto golo que apontou na ronda de elite.

©UEFA.com

Marit B. Lund (Noruega)
Lund (acima, à direita) é uma defesa talentosa e a principal ameaça da Noruega nas jogadas de bola parada – marcou um pontapé de canto directo na qualificação - possuiu também uma grande velocidade e sente-se confortável com a bola.

©Sportsfile

Marta Turmo (Espanha)
A jogadora do FC Barcelona tem sido um dos pilares da selecção jovem de Espanha nos últimos ano, apontado um golo na meia-final do Europeu de Sub-19 no ano passado e liderando um defesa que consentiu apenas um golo na fase de qualificação.

©Sportsfile

Eden Avital (Israel)
Avital, que já alinhou pela selecção principal, é uma médio que gosta de ter a bola e tem faro pela baliza, esta época marcou mais de uma dezena de golos na primeira divisão israelita.

©UEFA.com

Stina Blackstenius (Suécia)
Esta é a segunda fase final da atacante do Linköpings FC. Depois de ter batido recordes na fase de qualificação ao longo dos últimos dois anos, deve voltar a recorrer à força e capacidade técnica para se voltar a impor.

©UEFA.com

Katie Zelem (Inglaterra)
Zelem joga no Liverpool LFC ao lado de Fara Williams, que foi a sua grande ídolo, mas na selecção é mais organizadora de jogo do que operária do meio-campo. Marcou um golo e fez quatro assistências em três jogos da qualificação.

Rebecca Knaak (Alemanha)
A defesa, que não tem qualquer relação familiar com Turid, colega no Bayer 04 Leverkusen, lidera sector mais recuado da Alemanha com segurança. A qualidade de passe transforma-a numa ameaça nas saídas para o ataque.

©UEFA.com
Topo