O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Calderón e Putellas plenas de convicção

Com a meia-final perante a selecção portuguesa à porta, a dupla espanhola composta por Nagore Calderón e Alexia Putellas acredita que "la rojita" vai estar imparável em Antália.

Nagore Calderón e Alexia Putellas vão mostrar o seu talento em Antalya
Nagore Calderón e Alexia Putellas vão mostrar o seu talento em Antalya ©Sportsfile

Fundamentais na qualificação espanhola para as meias-finais no Europeu Feminino de Sub-19 ainda a uma jornada do fim, a incansável média Nagore Calderón e a talentosa avançada Alexia Putellas exalam confiança na conversa com o UEFA.com.

UEFA.com: O que sabem sobre a selecção de Portugal?

Nagore Calderón: Até agora, só o que percebemos quando fomos assistir ao jogo com a Dinamarca [derrota por 1-0], e ficámos com uma ideia de quais são as forças delas. Têm jogadoras rápidas e decisivas no ataque e um meio-campo muito sólido e trabalhador, mas acho que vimos algumas fraquezas na defesa que vamos tentar aproveitar.

UEFA.com: A Espanha pode passar, em Antália?

Alexia Putellas: Eu pelo menos penso que sim. Não será por falta de tentarmos. Estamos muito felizes por saber que a nossa meia-final vai ser transmitida na televisão, em Espanha. Só esperamos que toda a gente goste do nosso futebol e, se conseguirmos trazer o troféu para casa, vai ser a cereja no topo do bolo.

UEFA.com: Alexia, usou a braçadeira no jogo com a Inglaterra. Como lidou com a responsabilidade?

Putellas: Não é coisa que nos coloque pressão, muito pelo contrário. Há alturas em que podemos estar cansadas, mas ter a braçadeira dá o impulso para ir buscar forças e dar o máximo.

UEFA.com: O vosso estilo de jogo é inspirado em algum jogador em particular?

Calderón: Desde pequena, sempre segui o Zinédine Zidane com muita atenção, mas neste momento o meu maior ídolo é o Andrés Iniesta. Com ele é tudo simples, nunca pára de trabalhar, põe sempre a equipa à frente de tudo e, além disso, tem um talento que faz sempre diferença.