Suécia e Portugal seguem em frente no Grupo 6

A Suécia dominou o Grupo 6, com três vitórias em três jogos e 14 golos marcados, tendo rumado à próxima fase de qualificação juntamente com Portugal, segundo classificado.

Nathalie Björn (à direita) bisou pela Suécia frente a Portugal
©Sportsfile

A Suécia entrou confiante na edição de 2014 do Campeonato da Europa Feminino de Sub-17 e garantiu o primeiro lugar no Grupo 6, com o máximo de nove pontos conquistados, enquanto Portugal foi segundo no agrupamento e também segue para a fase seguinte.

Sob o comando da nova seleccionadora Katarina Olsson, a Suécia tinha já o apuramento garantido antes do encontro da última jornada do grupo, frente à Sérvia, depois de ter totalizado 11 golos nos dois primeiros jogos. Ainda assim, não abrandou o ritmo e, com tentos de Julia Zigiotti Olme, Filippa Angeldal e Tova Nilsson, bateu as sérvias por 3-1, permitindo assim que Portugal, vitorioso na derradeira jornada sobre Israel por 2-0, garantisse o segundo posto e a consequente passagem à segunda fase de apuramento.

As suecas afirmaram-se desde cedo como as grandes dominadoras do grupo, ao baterem Portugal por 3-0 na jornada inaugural, apresentando uma equipa inicial do qual faziam parte três jogadoras que apenas 35 dias antes se tinham visto derrotadas pela Polónia na final da edição de 2013 da prova. Uma dessas jogadoras, Nathalie Björn, bisou na partida. Seguiu-se um triunfo por 8-0 sobre a selecção da casa, Israel, com sete jogadoras diferentes a assinarem os golos, num encontro em que a capitã de equipa, Lotta Ökvist, bisou.

Sérvia e Portugal, por seu lado, mantiveram viva a luta pelo segundo posto até à derradeira ronda. Um bis de Jovana Arandjelović valeu à Sérvia a vitória por 2-1 sobre Israel na primeira jornada, antes de Portugal bater por 2-0 a selecção orientada por Goran Sretenović, graças a golos de Nadine Cordeiro e Carolina Ferreira. Portuguesas e sérvias entraram, assim, para a última jornada do Grupo 6 com os mesmos três pontos, mas a vitória de Portugal sobre Israel no derradeiro jogo carimbou em definitivo o apuramento das lusitanas.

Topo